Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Como funciona a avaliação para a rinoplastia?

Como funciona a avaliação para a rinoplastia?

Antes da realização de qualquer cirurgia plástica, é fundamental que o paciente passe por uma avaliação criteriosa com o especialista que realizará o procedimento, a fim de identificar possíveis riscos e indicar a melhor técnica para o caso em questão. No caso da rinoplastia, a avaliação deve ser realizada com o cirurgião plástico que conduzirá a intervenção.

Entre as razões pelas quais é essencial realizar uma avaliação para a rinoplastia destaca-se a importância de conhecer pessoalmente o profissional que será responsável pelo caso, assim como esclarecer dúvidas mais específicas sobre o procedimento, ainda que o paciente já tenha realizado pesquisas a fim de entender como funciona a rinoplastia.

Ao decidir pela rinoplastia, é importante que o paciente saiba quais objetivos pretende atingir e, assim, quais são as mudanças estéticas ou funcionais que pretende realizar. A cirurgia plástica do nariz oferece diversas opções de mudanças, como:

  • Alteração do tamanho do nariz;
  • Redução ou aumento da altura do dorso nasal;
  • Correção de assimetrias ou desvios nasais que prejudiquem a respiração;
  • Mudanças na ponta do nariz, como afinar ou arrebitar, por exemplo.

Durante a avaliação para a rinoplastia o paciente deve apresentar para o especialista quais dessas demandas possui interesse.

Como é a avaliação da rinoplastia?

Após decidir para qual finalidade deseja realizar a rinoplastia e escolher qual profissional conduzirá o caso, de acordo com os médicos registrados na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o paciente deve agendar um horário para a avaliação.

Além de explicar com clareza para o especialista qual é o objetivo dele com a rinoplastia e quais expectativas possui, o paciente será questionado a respeito de uma série de fatores, como:

  • Se já realizou alguma cirurgia plástica na região do nariz;
  • Qual é o histórico médico e cirúrgico, apresentando possíveis problemas de saúde e doenças crônicas;
  • Listar os medicamentos que faz uso contínuo, incluindo vitaminas e suplementos;
  • Falar sobre o uso de bebida alcoólica, drogas, tabaco e outras substâncias.

Após conhecer todas essas questões relacionadas à saúde do paciente, o cirurgião plástico realizará a avaliação da região nasal especificamente, o que pode incluir:

  • A condição da estrutura nasal em relação a passagem de ar;
  • A proporção do nariz em relação às demais áreas da face, como testa, queixo, bochechas e outras;
  • A elasticidade e características da pele, se é grossa, fina, oleosa, ressecada etc.;
  • O formato do osso nasal que, de acordo com os objetivos do paciente, precisará ser alterado ou não;
  • A rigidez das cartilagens nasais;
  • A condição das estruturas do nariz, como septo, válvulas, cornetos etc.

Além da avaliação, o especialista solicitará alguns exames para garantir a segurança do paciente no momento da cirurgia e no pós-operatório e certificar-se da condição de saúde adequada para realização de um procedimento cirúrgico.

O profissional também pode trabalhar com fotos de diferentes ângulos para debater com o paciente quais alterações são de fato necessárias. Em alguns casos, podem ser solicitados exames de imagem, como a tomografia computadorizada.

Após a avaliação inicial, uma outra consulta deve ser agendada antes da cirurgia para que o profissional possa verificar os resultados dos exames, passar para o paciente os cuidados do pré-operatório e revisar os objetivos para o caso.

Devido a esses fatores, a avaliação da rinoplastia é essencial para garantir o sucesso do procedimento, assim como a adequação às expectativas do paciente em relação à intervenção.

Agende sua consulta