O que é a cirurgia plástica das pálpebras?

O que é a cirurgia plástica das pálpebras?

A blefaroplastia, ou cirurgia plástica das pálpebras, é um dos procedimentos cirúrgicos estéticos de maior procura no país. A técnica retira o excedente de gordura ou flacidez que se forma nas pálpebras, o que melhora o aspecto do olhar e minimiza o ar de cansaço que olhos “caídos” dão ao semblante. 

Segundo a Censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), de 2014 até 2016, foram feitas 136.936 cirurgias plásticas das pálpebras, sendo que esse procedimento está na 6º posição do ranking de procedimentos de maior relevância, feito pela entidade.

A cirurgia pode ser feita nas pálpebras superiores e nas inferiores, sendo que quando combinadas, promovem um melhor rejuvenescimento do olhar. Esse efeito ocorre devido a minimização das bolsas de gordura que se formam na região e da flacidez, resultando em um olhar mais jovial.

É importante que o paciente tenha consciência de que o rejuvenescimento será ao redor dos olhos e não em toda a face. Para esse rejuvenescimento total, é necessário agregar outros procedimentos à cirurgia das pálpebras, que pode ser o lifting facial, a aplicação da toxina botulínica – Botox°— , o preenchimento com ácido hialurônico ou preenchimento com gordura, por exemplo.

Esses procedimentos casados devem ser previamente acordados com o cirurgião plástico para que ele possa fazer o plano cirúrgico mais completo, e atender aos anseios de seus pacientes. A blefaroplastia é feita por homens e mulheres, sendo que além de melhorar o aspecto do olhar, pode corrigir problemas que impactam de forma direta a visão, como a ptose palpebral e a blefarocalásia. Nos dois casos, a pálpebra pode diminuir a visão.

Tipos de procedimentos cirúrgicos nas pálpebras

A cirurgia plástica das pálpebras pode ser feita nas pálpebras superiores, nas inferiores ou nas duas regiões — quando necessário. O cirurgião plástico é quem fará essa orientação e indicará ainda os cuidados pré-operatórios, sendo eles: exames preliminares sobre a saúde do paciente, suspensão de medicamentos que possam afetar a coagulação, por exemplo.

No dia da cirurgia, o paciente deve estar em jejum e acompanhado de uma pessoa que o auxiliará no pós-cirúrgico. Quando é feita apenas a cirurgia plástica das pálpebras não é necessário dormir no hospital, sendo que o paciente é liberado algumas horas após o término da cirurgia.

Como é feita a cirurgia plástica das pálpebras?

No centro cirúrgico, após a anestesia geral, ou sedação, o cirurgião plástico complementará com uma anestesia local. No caso da cirurgia plástica de pálpebras superiores, uma incisão (corte) será feita na pálpebra superior. Essa incisão vai retirar o excedente de pele e de gordura, e uma sutura (pontos) será feita no local, de forma que a cicatriz fica imperceptível.

É importante que o cirurgião analise de forma criteriosa a quantidade de pele a ser retirada do local. Desta forma, o resultado será eficaz e não trará problemas posteriores ao paciente submetido ao tratamento. Os pontos são retirados cinco a sete dias após a cirurgia plástica das pálpebras.

No caso de uma cirurgia plástica das pálpebras inferiores, uma incisão será feita a cerca de 2 milímetros abaixo dos cílios, sendo retirada o excesso de pele e de gordura. Como já mencionado, de acordo com a orientação feita pelo profissional de medicina estética, podem ser feitos procedimentos complementares, tudo para que o resultado seja o mais harmonioso possível ao rosto do paciente.

A cicatriz fica quase imperceptível nos dois casos, sendo que isso ocorre com os cuidados pós-cirúrgicos feitos em casa pelo paciente, sendo eles:

  • Correta higienização do local da cirurgia;
  • Compressas frias para minimizar inchaço;
  • Não se expor ao sol nos primeiros dias após o procedimento cirúrgico;
  • Uso de óculos solar para proteger a área do sol e de incidentes.

Como é a recuperação da cirurgia plástica das pálpebras?

A cirurgia de plástica das pálpebras é pouco invasiva e não causa dor, sendo que o paciente tem alta hospitalar no mesmo dia do procedimento. É orientado repouso de no mínimo 7 a 10 dias pós-cirurgia, ter uma alimentação saudável e evitar esforços físicos nas primeiras semanas.