Fale conosco pelo WhatsApp

Veja quais são os tipos mamoplastia

Mulher com a mão na região dos seios.

30 maio, 2022 Por:

Conheça os principais tipos de mamoplastia existentes e entenda suas principais indicações

Existem diversos tipos de mamoplastia diferentes: cada um para uma função e objetivo distintos. Em resumo, essa cirurgia plástica indica alguma alteração na forma, volume ou tamanho das mamas, sendo buscada por mulheres de todas as idades.

Mas você conhece os diferentes tipos de mamoplastia mais procurados nos consultórios de cirurgia plástica? Esse artigo vai trazer detalhes sobre os tipos de procedimentos mais conhecidos na atualidade, marcando as principais características de cada um deles:

  • Mamoplastia de aumento;
  • Mamoplastia redutora;
  • Mamoplastia reconstrutiva;
  • Mastopexia;
  • Mamoplastia reparadora.

Mamoplastia de aumento

Um dos tipos de mamoplastia mais conhecidos é a mamoplastia de aumento. Em outras palavras, trata-se da popular cirurgia de silicone, para que mulheres desconfortáveis com o pequeno tamanho dos seios incrementem volume artificial nas mamas com o uso de próteses.

Essa intervenção cirúrgica também é bastante indicada para as pacientes que tenham sofrido com o comprometimento da sustentação e da firmeza dos seios, como mulheres que apresentam alteração nas mamas em razão de amamentação ou grande redução de peso.

Pacientes que sofrem com assimetria — ou seja, falta de igualdade ou semelhança entre as mamas — também podem ser beneficiadas por esse tipo de mamoplastia.

Mamoplastia redutora

Dentre os tipos de mamoplastia existentes, essa se diferencia da anterior citada por consistir na diminuição de mamas cujo volume é excessivo e pesado. Essa condição pode trazer problemas na saúde, na estética e na postura do corpo feminino.

Em geral, as mulheres que necessitam de uma mamoplastia redutora costumam padecer de dores e desconfortos na região das costas, ombros e pescoço, já que o peso das mamas as coloca diante de um imenso esforço para manter a postura correta. Quando o tronco fica curvado, é possível até que elas desenvolvam problemas de coluna.

A mamoplastia redutora também pode ter finalidade estética, quando os seios são assimétricos ou quando seu tamanho é desproporcional ao restante do corpo, impactando negativamente na autoestima da paciente.

Em geral, essa cirurgia plástica é indicada para mulheres com mais de 18 anos, idade em que o desenvolvimento das mamas já está finalizado.

Mamoplastia reconstrutiva

Dentre os tipos de mamoplastia existentes, essa opção é a mais viável para pacientes que tenham sofrido com os efeitos de um tratamento de combate ao câncer, como uma mastectomia, procedimento cirúrgico que remove total ou parcialmente uma, ou ambas as mamas.

O procedimento confere uma nova aparência para os seios das pacientes operadas, devolvendo a elas a autoestima perdida durante o processo do câncer de mama.

Mastopexia

Essa cirurgia, dentre os tipos de mamoplastia, é mais procurada por pacientes mais velhas, já que tem como finalidade reverter o caimento natural dos seios, fenômeno conhecido como ptose mamária. O procedimento reposiciona a aréola e a pele com flacidez, reposicionando as mamas até sua posição original e trazendo simetria.

Muitas mulheres costumam apresentar flacidez e caimento das mamas em razão de envelhecimento, variações de peso ou amamentação, sendo necessário buscar um cirurgião plástico para evitar que os seios continuem caídos.

É importante dizer que a mastopexia pode ser realizada, ou não, com um implante de silicone, a depender da quantidade de tecido mamário.

Mamoplastia reparadora

Por fim, um dos tipos de mamoplastia mais buscados é a mamoplastia reparadora, procedimento procurado por mulheres que desejam corrigir imperfeições nos seios. Algumas pacientes apresentam tamanhos desproporcionais visíveis. Também é possível, através dessa cirurgia, aperfeiçoar o formato dos seios e auréola.

Em geral, os tipos de mamoplastia podem ser adotados por mulheres com idade mínima de 18 anos. Cada caso precisa ser avaliado por um cirurgião plástico detalhadamente antes da decisão pelo procedimento.

Saiba mais sobre cirurgias de mamoplastia agendando uma consulta!

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Dr. Paolo Rubez

 

Dr. Paolo Rubez

Dr. Paolo Rubez

Cirurgião Plástico
CRM/SP: 124.773
RQE: 38.994
Formado pela UNIFESP, o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez coloca em prática toda a sua experiência em cirurgias estéticas, além de colaborar na disseminação da cirurgia de combate a enxaqueca, técnica em que é pioneiro no Brasil