Fale conosco pelo WhatsApp

Ritidoplastia antes e depois: cuidados e dicas

8 novembro, 2021 Por:

Cirurgia tem o objetivo de rejuvenescer o rosto e o pescoço, mas exige atenção, principalmente no pós-operatório

A ritidoplastia, ou lifting facial, é um procedimento cirúrgico-estético que tem a finalidade de suavizar os sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço. Por meio da remoção de rugas e excesso de pele, a cirurgia proporciona um aspecto mais jovem ao paciente.

O lifting facial é realizado em centro cirúrgico, com anestesia geral e sedação. O cirurgião plástico faz uma incisão (corte) entre a parte posterior da orelha direita e a parte posterior da orelha esquerda. Em seguida, ele remove a pele flácida excedente, reposiciona as musculaturas faciais e faz a sutura, esticando a pele de maneira a deixar o rosto levemente tensionado.

Como todo procedimento cirúrgico, a ritidoplastia exige alguns cuidados antes e depois da cirurgia para que a recuperação seja adequada e os resultados sejam os desejados.

Ritidoplastia antes e depois: saiba quais cuidados é preciso ter

Na ritidoplastia, antes e depois do procedimento é importante seguir todas as orientações do cirurgião, sendo a mais importante realizar todos os exames pré-operatórios. Esta medida colabora para minimizar riscos em centro cirúrgico, assim como no período de recuperação.

Antes do lifting facial o paciente deve:

  • Realizar os exames solicitados pelo médico, como hemograma completo, exames cardiovasculares e demais análises laboratoriais;
  • Parar de fumar 30 dias antes do procedimento;
  • Suspender o uso de medicamentos ou ajustar a dose, conforme prescrição médica;
  • Não usar cremes faciais na véspera do procedimento;
  • Fazer jejum alimentar de oito horas;
  • Não utilizar maquiagens no dia da cirurgia.

Ritidoplastia antes e depois: cuidados no pós-operatório

Após o lifting facial, o paciente fica em observação por, no máximo, 24 horas. O médico pode colocar drenos para evitar acúmulo de líquidos no local, o que pode prejudicar a cicatrização. Em geral, depois de dois dias eles podem ser retirados.

Como durante o procedimento é feita uma incisão de uma ponta à outra da orelha, a sutura tem tamanho proporcional e deve ser o ponto de atenção no pós-operatório.

Isso significa que o paciente deve estar atento à correta higienização do local e à consulta de retorno com o cirurgião plástico, que deve ocorrer sete dias após o procedimento.

As principais recomendações no pós-operatório do lifting facial incluem:

  • Não se expor ao sol por 30 dias. Se o fizer, use chapéu ou boné;
  • Tomar banho apenas 48 horas depois da remoção dos drenos;
  • Suspender a prática de exercícios físicos durante um mês;
  • Manter-se bem hidratado;
  • Ter uma alimentação balanceada, rica em fibras, para evitar a constipação;
  • Tomar os remédios prescritos pelo médico;
  • Não utilizar nenhum tipo de cosmético na face por pelo menos 15 dias;
  • Usar máscara para lifting facial por três semanas;
  • Não dormir de lado nas primeiras três noites;
  • Dormir com a cabeceira da cama elevada nas primeiras 72 horas;
  • Utilizar compressas geladas para reduzir os edemas;
  • Fazer, ao menos, cinco sessões de drenagem linfática para promover a melhora da circulação, o que agiliza o processo de cicatrização.

É normal que o paciente sinta inchaço, dormência ou sensibilidade na pele por até duas semanas. Além disso, a pele pode ficar mais ressecada e tensa do que o normal.

Também é possível sentir um aperto na região do pescoço e uma dificuldade de virar a cabeça de um lado para o outro por cerca de um a dois meses.

Riscos do lifting facial

Como em qualquer procedimento cirúrgico, a ritidoplastia também tem riscos relacionados à infecção, à hemorragia e a outras complicações. Entre em contato com o seu médico caso você observe:

  • Perda de sensibilidade ou movimento no rosto;
  • Aumento de inchaço e hematomas na pele;
  • Vermelhidão excessiva e persistente;
  • Dor intensa que não melhora com a medicação;
  • Sangramento nas incisões;
  • Surgimento de pus amarelado ou esverdeado nas incisões;
  • Efeitos colaterais relacionados aos medicamentos usados, como dor de cabeça, náusea ou vômito.

Ritidoplastia antes e depois: resultados

Uma das principais perguntas dos pacientes antes de realizar o lifting facial é em relação aos resultados. Após o procedimento, passado o inchaço, é possível notar um rosto com aparência mais jovem, descansado, com menos linhas e marcas de expressão, o que impacta diretamente a autoestima do paciente.

Como a cicatrização demora para se completar, o resultado total só é visualizado cerca de seis meses depois do lifting facial.

Porém, para que os resultados do lifting facial sejam os esperados, é de fundamental importância realizar o procedimento com um cirurgião especializado e capacitado, como o Dr. Paolo Rubez. Agende uma consulta com o consultório agora mesmo.

Fonte:

Ministério da Saúde;

Instituto Rubez de Cirurgia Plástica.

 

 

Dr. Paolo Rubez

Dr. Paolo Rubez

Cirurgião Plástico
CRM/SP: 124.773
RQE: 38.994
Formado pela UNIFESP, o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez coloca em prática toda a sua experiência em cirurgias estéticas, além de colaborar na disseminação da cirurgia de combate a enxaqueca, técnica em que é pioneiro no Brasil