Fale conosco pelo WhatsApp

6 Técnicas de Preenchimento Facial

Mulher recebe injeção no rosto
22 fev, 2021

O preenchimento facial é um dos procedimentos estéticos não-invasivos mais realizados atualmente, podendo ser aplicado por meio de diferentes técnicas

O preenchimento facial é um dos principais tratamentos estéticos não invasivos realizados atualmente, sendo muito procurado devido à segurança da técnica e os resultados frequentemente satisfatórios para os pacientes.

Apesar dessa maior adesão ao procedimento, muitas pessoas desconhecem que existem diferentes técnicas de preenchimento facial que podem variar no que diz respeito à indicação, substância utilizada e execução. Entenda melhor essas particularidades a seguir!

Quais são as indicações do preenchimento facial?

Os tratamentos com preenchimento facial são indicados para correção de insatisfações relacionadas à perda de volume na face, como vincos, sulcos faciais (como o bigode chinês), rugas, cicatrizes e perda de contorno facial.

Além disso, algumas das técnicas podem ser empregadas para correção de assimetrias, como é o caso da rinomodelação ou da correção do mento.

Um fator importante é que os preenchedores não são recomendados para suavizar as rugas dinâmicas da face. Nesse caso, é indicado um tratamento com toxina botulínica que tem uma atuação completamente diferente no organismo.

Apesar de ser um tratamento seguro, é importante que o paciente informe o médico responsável sobre doenças pré-existentes, gravidez, amamentação, doenças autoimunes, alergias e infecções ativas antes de se submeter à técnica.

6 Métodos de Preenchimento Facial

As diferentes opções de preenchimento facial podem ser indicadas pelo especialista de acordo com as insatisfações relatadas pelo paciente e suas expectativas em relação ao tratamento.

1. Preenchimento facial com ácido hialurônico

A técnica de preenchimento facial mais conhecida e realizada atualmente é com ácido hialurônico. A opção é usada na harmonização facial e também para correção de sulcos, preenchimento labial, rinomodelação e correção do mento.

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo, contribuindo para o preenchimento e hidratação dos tecidos. Por conta disso, o procedimento é muito seguro. No entanto, ele é reabsorvido pelo organismo em cerca de 12 meses, exigindo reaplicação da substância.

2. MD Codes

O MD Codes também utiliza o ácido hialurônico como substância preenchedora, mas diferencia-se por envolver um mapeamento de pontos estratégicos da face para que seja feita a aplicação.

Dessa forma, além de auxiliar na sustentação dos tecidos, o tratamento também é indicado para amenizar a flacidez facial.

3. Fios de Sutura Silhouette

Nessa técnica de preenchimento facial utilizam-se fios de sustentação de ácido polilático para obter um efeito lifting na face sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

Além de auxiliar a sustentar as estruturas faciais, a substância estimula a produção de colágeno, de forma que torna a cútis mais firme com o passar dos meses.

4. Lifting com fios de PDO

Outra opção de efeito lifting sem cirurgia plástica é a utilização dos fios de polidioxanona (PDO) que entregam resultados semelhantes ao do procedimento anterior, sendo recomendado principalmente para casos de flacidez facial.

Além de sustentação dos tecidos, a técnica promove o estímulo à produção de colágeno, melhorando a flacidez também no longo prazo.

5. Sculptra

O Sculptra é um preenchimento facial que também utiliza ácido polilático para estimular a produção de colágeno a partir da atividade dos fibroblastos.

Além de melhorar a flacidez facial, resultado que é mais satisfatório cerca de 2 meses depois da realização do tratamento, essa técnica também é indicada para melhorar o contorno facial, devolvendo volume ao rosto.

6. Lipoenxertia

A lipoenxertia é uma técnica de preenchimento da face que consiste no uso de gordura autógena para amenizar sulcos e vincos profundos, e também pode ser usada no aumento do volume labial.

Neste caso, é feita a lipoaspiração de tecido adiposo — que é tratado e em seguida reaplicado nos locais que precisam de preenchimento. Em geral, aplica-se um volume maior do que o necessário, pois cerca de 40 a 50% da gordura é absorvida pelo organismo.

Apesar de demorar até três meses para visualizar os resultados dessa técnica, ela tem como vantagem ser a única opção segura de preenchimento facial definitivo.

É fundamental procurar um cirurgião plástico de confiança e apresentar suas insatisfações para que a partir da avaliação médica defina-se qual a técnica de preenchimento facial mais segura e apropriada ao caso. Saiba mais sobre o preenchimento facial com ácido hialurônico aqui!

Fontes:

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Instituto Rubez de Cirurgia Plástica.