Fale conosco pelo WhatsApp

Rinoplastia e Mentoplastia: Combine essas técnicas

Médico utiliza paquímetro para medir tamanho do nariz de paciente
09 abr, 2021

União entre rinoplastia e mentoplastia pode entregar resultados estéticos mais satisfatórios com harmonização da face. Conheça indicações e como o procedimento é realizado!

A harmonia da face depende de um sutil equilíbrio entre diferentes estruturas, de forma que para alguns pacientes é recomendada a união entre a rinoplastia e mentoplastia para alcançar esse objetivo estético.

A união entre as cirurgias plásticas de rinoplastia e mentoplastia também é conhecida como perfiloplastia. A seguir veja como esse procedimento é realizado, as indicações e pós-operatório, com informações cedidas pelo cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez.

Quando recorrer à combinação da rinoplastia e mentoplastia?

O nariz e o mento são duas estruturas faciais que mais contribuem para harmonização da face, dessa forma, a indicação da combinação entre rinoplastia e mentoplastia ocorre quando esses elementos são desproporcionais entre eles e com a face como um todo.

Muitas vezes, a alteração apenas do nariz ou apenas do mento pode corrigir insatisfações estéticas com a face, no entanto, em casos nos quais as duas estruturas apresentam características inestéticas ao paciente, a perfiloplastia pode entregar resultados mais satisfatórios.

Apesar de o paciente ter incômodos com essas estruturas apenas um cirurgião plástico poderá determinar se a perfiloplastia é a técnica mais recomendada ao caso, considerando tanto as atuais características faciais, como também as possibilidades da cirurgia e a expectativa do paciente.

Como é realizada a perfiloplastia?

A perfiloplastia, geralmente, tem início com a cirurgia de correção do mento, a mentoplastia. Existem diferentes demandas que podem ser atendidas, como aumento do queixo por meio da colocação de um implante, como a prótese de polietileno.

Em outros casos, o especialista pode realizar a fratura do osso do mento para reposicionamento das estruturas, com intuito de corrigir assimetrias, ou também de reduzir a proeminência do queixo.

Normalmente, a incisão da cirurgia de mentoplastia é intraoral, ou seja, por dentro da boca, não resultando em cicatrizes aparentes.

Em seguida é iniciada a rinoplastia para correção estética do nariz. Existem diversas abordagens nesse caso, a depender de quais são as insatisfações do paciente. Nesse procedimento é possível:

  • reduzir a giba nasal ou a largura da pirâmide nasal;
  • diminuir as asas nasais;
  • alterar a projeção da ponta, elevando-a;
  • mudar o tamanho do nariz, aumentando-o ou diminuindo-o;
  • corrigir assimetrias da columela.
  • diminuir o tamanho das narinas.

A rinoplastia pode ser aberta ou fechada, a depender da extensão das alterações que serão realizadas. No caso do Dr. Paolo Rubez, a técnica utilizada é a aberta para melhor visualização da estrutura nasal e correção das assimetrias.

Na combinação entre rinoplastia e mentoplastia, geralmente, utiliza-se anestesia geral, mas o cirurgião pode optar pela local com sedação. A duração do procedimento é de cerca de cinco horas e a internação hospitalar pode durar até 24 horas, em média.

Como é o pós-operatório e os resultados do procedimento?

Um aspecto importante das cirurgias plásticas combinadas é a realização de um pós-operatório adequado para acelerar a recuperação e evitar complicações. No caso da perfiloplastia esses cuidados incluem:

  • repouso por 7 dias após a cirurgia plástica;
  • manter a cabeça mais elevada que o tronco, evitando sangramentos nasais;
  • ter uma alimentação líquida e fria nos primeiros dias, incluindo aos poucos alimentos sólidos macios;
  • não se expor ao sol nos primeiros dias;
  • fazer compressas frias, evitando inserir peso sobre a face;
  • manter as incisões cirúrgicas higienizadas e secas;
  • usar a medicação prescrita, incluindo antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos;
  • não retomar hábitos ruins, como tabaco e bebidas alcoólicos no pós-operatório imediato;
  • aguardar a autorização médica para retomar atividades físicas, o que pode demorar cerca de três meses.

Em cirurgias combinadas como a rinoplastia e mentoplastia esses cuidados são ainda mais essenciais para evitar complicações pós-operatórias. Apesar disso, é normal que o tempo de recuperação seja superior dado o trauma cirúrgico mais amplo.

Para realização da rinoplastia e mentoplastia é fundamental escolher um cirurgião plástico de confiança e apto para realizar os dois procedimentos cirúrgicos. Agende uma consulta aqui!

Fontes:

Instituto Rubez de Cirurgia Plástica;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.