Fale conosco pelo WhatsApp

Rinoplastia de redução: O que você precisa saber

Dr. examinando nariz de paciente

8 dezembro, 2021 Por:

Rinoplastia de redução permite adequar tamanho e formato do nariz, entregando estética mais harmônica e satisfatória ao paciente. Conheça os cuidados da cirurgia do nariz.

A harmonia facial depende diretamente de elementos-chave da face, como nariz e mento. Nesse sentido, a rinoplastia de redução é uma opção cirúrgica para pacientes insatisfeitos com o tamanho aumentado e desproporcional do nariz.

A diminuição do tamanho do nariz, adequando seu formato às características da face do paciente, é um procedimento possível e seguro, que garante maiores níveis de satisfação pessoal e bem-estar.

Quando procurar um cirurgião plástico?

Uma dúvida comum dos pacientes é quando procurar o cirurgião plástico e recorrer à intervenção cirúrgica.

De fato, no caso da rinoplastia de redução a motivação é essencialmente estética, de forma que se o paciente sente algum incômodo, vergonha ou insatisfação decorrente do formato ou tamanho do nariz, a técnica é indicada.

Na avaliação médica para rinoplastia, além de verificar as motivações estéticas, o especialista analisará se existem fatores funcionais associados, como desvio de septo ou hipertrofia dos cornetos, que motivem a associação das alterações na aparência do nariz com modificações na estrutura interna, melhorando a capacidade respiratória do paciente.

Em geral, as contraindicações para realização da rinoplastia são temporárias, como gestantes e lactantes, pessoas com doenças autoimunes, pacientes com doenças crônicas sem controle, como diabetes ou hipertensão, e doenças cardíacas.

Dessa forma, o pré-operatório da rinoplastia inclui a avaliação de saúde do paciente por meio de uma gama de exames de sangue, do coração, de urina e, se necessário, de imagem.

Como é feita a rinoplastia de redução?

A rinoplastia de redução é feita normalmente com anestesia geral, sendo que geralmente se opta pela técnica aberta que permite melhor visão das estruturas internas. Nesse procedimento, a incisão é feita na columela e nas asas nasais, rente à dobra natural.

Com boa visão, o especialista faz a fratura do osso nasal, em casos nos quais o tamanho da giba compromete a harmonia facial do paciente. Para chegar ao tamanho desejado pode ser feita a raspagem e lixamento do osso.

Quando o tamanho das asas também é incômodo, essas podem ser diminuídas por meio da incisão na base nasal, removendo o excesso de pele e cartilagem para um nariz mais retilíneo.

Por vezes, o tecido removido é enxertado para dar forma, volume e firmeza à ponta do nariz, tornando o ângulo e estética mais satisfatórios.

Após essas alterações, as incisões cirúrgicas são suturadas e fechadas e utiliza-se um splint nasal para imobilizar o dorso durante a recuperação da rinoplastia de redução.

Como é o antes e depois da rinoplastia redutora?

O antes e depois da rinoplastia demandam diversos cuidados por parte do paciente para que os resultados estéticos almejados sejam obtidos.

No pré-operatório, por exemplo, os cuidados incluem a busca por um cirurgião plástico experiente e de confiança, que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), as consultas iniciais, exames médicos e mudanças de hábitos, se necessário.

No pós-operatório os cuidados influenciam os resultados com a cirurgia plástica, mas também a segurança do paciente. Alguns deles incluem:

  • repouso das atividades por cerca de uma semana;
  • manter a cabeça mais elevada que o tronco ao descansar e dormir, ficando de barriga para cima, o que evita sangramentos nasais;
  • tomar apenas a medicação prescrita que inclui analgésicos, antibiótico e anti-inflamatório;
  • fazer refeições mais leves e que exigem menos da mastigação nos primeiros dias;
  • não influir peso sobre o nariz, evitando o uso de óculos, por exemplo;
  • fazer compressas frias na face para amenizar hematomas e inchaço;
  • evitar a exposição solar no primeiro mês e sempre usar protetor para evitar o surgimento de manchas;
  • retomar atividades físicas de mais intensidade e contato cerca de três meses após a cirurgia e apenas com autorização médica.

Com esses cuidados, os resultados da rinoplastia de redução são mais satisfatórios e podem ser observados em cerca de 12 meses, dado a regressão lenta e gradual dos hematomas do procedimento e avanço da cicatrização. Saiba tudo sobre a rinoplastia aqui!

 

Referências:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Dr. Paolo Rubez

Dr. Paolo Rubez

Cirurgião Plástico
CRM/SP: 124.773
RQE: 38.994
Formado pela UNIFESP, o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez coloca em prática toda a sua experiência em cirurgias estéticas, além de colaborar na disseminação da cirurgia de combate a enxaqueca, técnica em que é pioneiro no Brasil

Ao clicar em enviar os dados, você concorda com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE