Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp

Quando a cirurgia de rinoplastia é indicada

A rinoplastia é indicada para corrigir problemas estéticos e respiratórios
22 mar, 2021

Má qualidade do sono e dificuldade de respirar podem ser reparados com a intervenção cirúrgica  

Muito além de um procedimento estético para harmonizar a beleza do rosto, a cirurgia de rinoplastia beneficia a função respiratória do paciente, melhorando sua qualidade de vida.

Em consulta com o cirurgião plástico, há uma análise clínica da estrutura nasal de maneira a definir quais alterações devem ser feitas para corrigir as imperfeições, como desvio de septo, turbinectomia (carne esponjosa), tamanho ou formato desproporcionais.

Cirurgia de rinoplastia

Muitas vezes, as pessoas acham que basta escolher um nariz bonito e pedir para o cirurgião fazer igual, que ficarão satisfeitas. Porém, a cirurgia não funciona assim, pois nem sempre o rosto do paciente condiz com o formato escolhido.

Com o objetivo de não gerar frustrações, o especialista avalia as particularidades da face para propor as intervenções. Essa conversa é extremamente importante para garantir a satisfação do cliente.

O médico tem conhecimento profundo de anatomia, técnicas e sabe exatamente como manipular a pele, ossos e cartilagem de maneira a ressaltar os pontos belos e corrigir as imperfeições.

Portanto, a partir dos 15 anos, qualquer um que estiver insatisfeito com sua aparência pode fazer a cirurgia de rinoplastia para alcançar seus objetivos: modificar o perfil e tamanho do nariz ou narinas, arrebitar sua ponta ou consertar um desvio.

Por meio do reposicionamento ou da reconstrução das estruturas, o procedimento regula o fluxo de ar ao alinhar corretamente o septo, extrair uma carne esponjosa, alterar o tamanho ou formato das válvulas nasais.

Indicações da rinoplastia

A cirurgia de rinoplastia não se restringe apenas a alterar a aparência do nariz, com enfoque na beleza, podendo estar também relacionada à melhoria da respiração. Portanto, compreende três principais indicações:

  • Funcional: identifica-se se um possível desvio de estrutura, por exemplo, tem ocasionado obstrução, rinite, sinusite, problemas que serão solucionados com a intervenção, de modo a restabelecer a capacidade respiratória do paciente;
  • Reparadora: a cirurgia de rinoplastia é indicada para reparar as narinas modificadas por defeitos congênitos, pós-câncer ou pós-traumas;
  • Estética: buscando naturalidade nos resultados, modifica traços, como: largura do nariz, posição da ponta, seu perfil por meio de enxertos, ou seja, a ideia é atingir uma simetria facial.

Toda intervenção cirúrgica apresenta riscos, por isso o médico checará as condições clínicas para autorizar que a cirurgia de rinoplastia seja feita com maior segurança possível.

Não recebem a indicação para a intervenção, pessoas com problemas cardíacos graves, hipertensão descontrolada, diabetes, com doenças infecciosas, em recuperação de doenças graves, com problemas de coagulação, que não tenham o completo desenvolvimento nasal ou neoplasias (crescimento desordenado dos tecidos) em tratamento.

Em geral, a cirurgia de rinoplastia é considerada um procedimento ambulatorial, podendo ser realizada fora do hospital, desde que o centro cirúrgico tenha autorização da Vigilância Sanitária e disponha de todo equipamento necessário e equipe treinada para qualquer intercorrência.

Normalmente, o procedimento leva em torno de 3 horas e utiliza-se anestesia local. A escolha da sedação e o tempo de cirurgia varia conforme as intervenções que serão feitas.

Porém, o fato da cirurgia de rinoplastia não ser muito invasiva, não implica um procedimento simples, o cirurgião deve ser altamente capacitado com técnicas de ponta para atingir bons resultados, por isso o paciente deve ter um cuidado especial na hora de escolher esse profissional.

Resultados

Conforme o rosto desincha, pode-se ver o resultado da cirurgia de rinoplastia, esse tempo varia de 2 meses a um ou dois anos e as atividades físicas podem ser retomadas depois de um mês.

A grande preocupação dos pacientes diz respeito à cicatrização. Em alguns casos, um pequeno corte é feito no nariz e uma pequena cicatriz externa ficará visível por um período, porém em 80% dos casos, o acesso é interno sem necessidade de cortes na pele.

O procedimento bem executado promove a simetria facial, elevando a autoestima do paciente, por isso deve-se buscar por profissionais bem capacitados para fazer a cirurgia de rinoplastia.

Fonte:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face

Núcleo Avançado de Cirurgia Plástica Hospital Sírio Libanês

 

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.