Fale conosco pelo WhatsApp

Rinoplastia

A rinoplastia é uma cirurgia plástica realizada na estrutura nasal com o intuito de melhorar a proporção e simetria facial do indivíduo, além de melhorar a respiração

Chamada rinoplastia, a cirurgia plástica de nariz é uma intervenção cujo objetivo é aprimorar a aparência e a proporção do nariz, melhorando a harmonia facial e fazendo com que os pacientes tenham uma melhor relação com a autoimagem. O procedimento também pode ser aplicado para corrigir anormalidades estruturais, solucionando dificuldades respiratórias.

Uma vez que o nariz ocupa uma posição de destaque no rosto, sua forma e medidas influenciam diretamente no aspecto facial como um todo. Além disso, qualquer imperfeição ou incômodo localizados nesta estrutura parecem ficar em evidência, prejudicando a autoestima e a qualidade de vida do indivíduo.

A rinoplastia visa justamente corrigir esses defeitos estéticos ou funcionais, trazendo inúmeros benefícios ao paciente. Veja todos a seguir.

Tipos de rinoplastia

Os tipos de rinoplastia se diferem principalmente de acordo com os objetivos da intervenção, uma vez que as variadas expectativas podem exigir uma abordagem específica por parte do cirurgião plástico. É possível dividir a cirurgia plástica de nariz em 5 modalidades, são elas:

Rinoplastia estética


Este é o tipo de rinoplastia mais procurado pelos pacientes, e tem o objetivo de alterar a aparência do nariz de modo a corrigir insatisfações estéticas. O procedimento pode ser dividido em diferentes subtipos:

  • Rinoplastia redutora: o objetivo é reduzir o tamanho do nariz;
  • Rinoplastia de aumento: visa aumentar o nariz;
  • Rinoplastia estruturada: realizada com o uso de enxertos de cartilagem para estruturar e dar forma ao nariz;
  • Rinoplastia preservadora: executada quando a intenção de preservar ao máximo as estruturas originais do nariz.

Vale lembrar que esses procedimentos não precisam ser realizados separadamente, sendo possível alterar o tamanho nasal ao mesmo tempo em que uma imperfeição na ponta é corrigida, por exemplo.

Rinoplastia funcional


Neste tipo de rinoplastia, são corrigidos não apenas a parte estética, mas também os aspectos funcionais do nariz. É o caso, por exemplo, da cirurgia plástica de nariz associada ao procedimento para correção do desvio de septo ou da hipertrofia de cornetos.

Rinoplastia étnica


Esta é uma cirurgia plástica realizada em indivíduos que se sentem insatisfeitos com traços étnicos que estão presentes no formato de seu nariz, tais como ponta nasal caída ou asas do nariz muito largas. É importante destacar, porém, que o objetivo desta intervenção não é descaracterizar ou desrespeitar raízes étnicas do paciente, mas corrigir insatisfações de modo a preservar a harmonia da face.

Rinoplastia secundária


Diz respeito a uma cirurgia de revisão, em que um paciente que já se submeteu a uma rinoplastia precisa passar novamente pela intervenção cirúrgica — seja porque o resultado estético não ficou como o esperado ou porque a funcionalidade respiratória acabou prejudicada de alguma forma.

A rinoplastia secundária é uma cirurgia que apresenta maior dificuldade, uma vez que é realizada em uma região que já sofreu com as alterações do procedimento anterior.

Rinoplastia pós-traumática


Também chamada de rinoplastia reconstrutiva, este tipo de cirurgia nasal é realizado em pacientes que sofreram algum trauma facial que, como consequência, afetou o formato ou a função nasal. A intervenção também pode ser indicada nos casos de malformações congênitas.

Quando a cirurgia no nariz é indicada?

A rinoplastia é indicada para indivíduos que se sentem insatisfeitos com o formato natural do seu nariz, apresentam alguma tortuosidade resultante de lesão, possuem assimetria nasal ou têm o nariz desarmônico em relação ao restante do rosto. Como foi explicado, o procedimento pode ser associado a outras correções — como desvio de septo e retirada de carne esponjosa.

Para se submeter à cirurgia plástica de nariz, é preciso que o paciente esteja fisicamente saudável, não seja fumante e já tenha completado seu processo de desenvolvimento facial (o que normalmente acontece por volta dos 15 a 16 anos). Além disso, é fundamental que o indivíduo apresente expectativas realistas em relação aos resultados que podem ser alcançados e benefícios da intervenção.

É fundamental conversar detalhadamente com o cirurgião plástico ao longo das consultas pré-operatórias, de modo a alinhar as expectativas a respeito do procedimento e entender o que a rinoplastia pode fazer por sua aparência e qualidade de vida. Solicite uma avaliação com o Dr. Paolo Rubez e descubra se a cirurgia é indicada para seu caso!

Médico segura instrumentos para realizar rinoplastia
Imagem: Shutterstock

Como é feita a rinoplastia?

Atualmente, existem duas técnicas que podem ser aplicadas para a realização da rinoplastia: a endonasal (cirurgia fechada) e a exorrinoplastia (cirurgia aberta). No procedimento aberto, o cirurgião plástico faz uma pequena incisão na base do nariz e na parte interna das narinas, enquanto no método fechado a incisão é feita somente dentro das narinas. Ambos os métodos são realizados com anestesia geral para garantir o conforto do paciente ao longo do procedimento.

Com o paciente devidamente anestesiado, o cirurgião plástico faz as incisões de acordo com o tipo de metodologia escolhida para o procedimento e, a partir delas, acessa as regiões que serão modificadas. A cirurgia pode reduzir ou aumentar as estruturas nasais, corrigir o septo nasal e reduzir as saliências do interior do nariz, melhorando a respiração e alterando a aparência externa.

A estrutura subjacente do nariz pode ser esculpida para ganhar a forma desejada, e tanto a pele como o tecido são devidamente acomodados antes de as incisões serem fechadas. Caso necessário, incisões adicionais podem ser feitas nos sulcos das narinas para reduzir seu tamanho.

Pré-operatório da cirurgia no nariz


Assim como qualquer tipo de procedimento cirúrgico, a rinoplastia demanda a realização de exames prévios para verificar as condições de saúde do paciente e evitar possíveis complicações associadas ao procedimento. Os principais exames solicitados são os de sangue, eletrocardiograma e raio-x de tórax.

Além disso, o cirurgião plástico pode solicitar uma tomografia computadorizada ou outro exame de imagem para avaliar a estrutura nasal e planejar a intervenção de maneira individualizada. Outros cuidados pré-operatórios da rinoplastia podem envolver ajuste ou suspensão dos medicamentos tomados regularmente pelo paciente, além de parar de fumar com antecedência.

Informações a respeito de jejum e recomendações adicionais são passados ao longo das consultas e avaliações que antecedem a cirurgia plástica de nariz.

Pós-operatório da cirurgia no nariz


Após a realização da cirurgia de rinoplastia, é esperado que o paciente apresente inchaço nasal e na região facial próxima do nariz. A área também pode ficar sensível e com hematomas, e o paciente pode apresentar eventual obstrução nasal pelo inchaço. Apesar desses desconfortos, o pós-operatório é considerado tranquilo e indolor — embora isso possa variar de acordo com a tolerância de cada indivíduo.

É recomendado que o paciente fique afastado de suas atividades nos primeiros dias após o procedimento, retornando ao trabalho após aproximadamente 7 a 10 dias. Atividades mais intensas, entretanto, devem esperar pelo menos 4 semanas. Exposição solar e uso de óculos devem ser suspensos por 2 meses.

É necessário seguir à risca todas as recomendações do cirurgião no que diz respeito ao pós-operatório da rinoplastia, de modo a garantir uma recuperação rápida e dentro do esperado. Aproveite as consultas pré-operatórias para tirar todas as suas dúvidas a respeito desse processo de recuperação, permitindo-se avaliar se você está disposto a assumir esses cuidados em prol dos benefícios que podem ser alcançados.

Riscos e complicações da rinoplastia


Toda intervenção cirúrgica envolve riscos, por mais que as condições clínicas do paciente sejam favoráveis ao procedimento e todos os cuidados pré-operatórios tenham sido corretamente observados. Além da possibilidade de infecção e reação à anestesia, que são complicações passíveis de qualquer tipo de operação, existem alguns riscos cirúrgicos específicos da rinoplastia. São eles:

  • Sangramento nasal;
  • Má cicatrização;
  • Dormência e alterações de sensibilidade na pele;
  • Assimetria nasal;
  • Alterações na via aérea nasal, prejudicando a passagem de ar pelo nariz.

Existem contraindicações para a plástica no nariz?

Algumas condições de saúde são consideradas impeditivas para a realização da rinoplastia, tais como problemas cardíacos graves, diabetes, hipertensão arterial descontrolada, problemas de coagulação sanguínea e presença de neoplasias em tratamento. É justamente para identificar essas condições e evitar complicações no quadro de saúde do paciente que são solicitados exames clínicos durante a fase pré-operatória.

Além disso, não é recomendada a realização da cirurgia em pacientes que não apresentam expectativas compatíveis com a realidade, que não são capazes de assumir os cuidados necessários durante a etapa pós-operatória ou que têm o desejo de se submeter ao procedimento para agradar terceiros. É essencial que a escolha por fazer a rinoplastia seja consciente.

Qual a melhor técnica de rinoplastia?

A técnica mais adequada para a realização da rinoplastia varia de acordo com as características de cada paciente e as correções que serão feitas na estrutura do nariz. A escolha pela metodologia ideal cabe ao cirurgião plástico, que deverá levar em consideração os resultados dos exames, bem como as necessidades e desejos do paciente. Entenda melhor quando cada uma das técnicas costuma ser mais indicada:

Rinoplastia fechada


Também chamada de método endonasal, a rinoplastia fechada é indicada principalmente para cirurgias que visam a correção de problemas respiratórios, alterar o tamanho do nariz, reparar defeitos de nascença, modificar a largura das narinas e mudar o formato da ponta do nariz. Este é um tipo de procedimento mais rápido e que proporciona uma cicatriz mais discreta ao final do processo de recuperação.

Rinoplastia aberta


A cirurgia aberta permite a correção das mesmas imperfeições do método endonasal, mas possibilita alterações maiores e mais significativas porque o cirurgião consegue enxergar com mais clareza as estruturas nasais. A preferência do Dr. Paolo Rubez é pela rinoplastia aberta, justamente porque possibilita a exposição completa das estruturas, permitindo o trabalho adequado do especialista.

Principais dúvidas a respeito da cirurgia plástica no nariz

A decisão por fazer uma cirurgia plástica deve ser feita com consciência e responsabilidade, e para que isso ocorra é essencial que o paciente entenda como é feita a rinoplastia e tenha conhecimento a respeito dos detalhes que envolvem o procedimento. Confira as respostas para as principais questões a respeito da intervenção e aproveite para sanar suas dúvidas:

Como é a cicatriz da rinoplastia?


A cicatriz da cirurgia plástica de nariz varia conforme a técnica aplicada no procedimento: quando a rinoplastia é do tipo fechada, a cicatriz fica escondida dentro da cavidade nasal e não é visível. No caso da metodologia aberta, a cicatriz da rinoplastia fica localizada no tecido que separa as narinas, sendo muito pequena e discreta.

Quando posso tomar sol depois da cirurgia no nariz?


O ideal é evitar a exposição solar enquanto a região apresentar equimose, que são manchas roxas decorrentes do sangramento no tecido subcutâneo, e enquanto a cicatriz não estiver clareada. Além disso, é recomendado usar protetor solar diariamente nos primeiros 60 dias após a cirurgia.

Quanto tempo dura o inchaço da plástica no nariz?


É importante que o paciente entenda que o inchaço após a rinoplastia é uma reação natural do organismo, sendo esperado que aconteça. Esta alteração deve diminuir gradativamente nas duas primeiras semanas de pós-operatório, se tornando cada vez mais imperceptível. Apesar disso, é necessário esperar de 6 a 12 meses para que todo o inchaço seja eliminado.

Quanto custa a rinoplastia?


Todos os tipos de cirurgia plástica se caracterizam por serem procedimento totalmente individualizados, ou seja: os detalhes a respeito da intervenção dependem diretamente das necessidades, expectativas e características do paciente. Isso significa que não é possível determinar um preço fixo para a rinoplastia, uma vez que nenhuma intervenção é idêntica à outra.

O valor final da operação ainda pode sofrer variações relacionadas aos custos referentes à internação hospitalar, instrumentos cirúrgicos utilizados e honorários dos profissionais envolvidos na cirurgia — tais como anestesista, instrumentador e enfermeiros, além do próprio cirurgião plástico. Para saber quanto custa a rinoplastia, portanto, é necessário passar por uma avaliação presencial.

O que não se pode fazer depois de uma rinoplastia?


Durante o período pós-operatório da cirurgia plástica de nariz, é importante que o paciente esteja atento ao que ele não deve fazer durante a recuperação. Algumas contraindicações incluem:

  • Dormir de bruços ou de lado;
  • Mexer no nariz ou mover a tala;
  • Assoar o nariz para melhorar a sensação de entupimento;
  • Usar óculos com armação pesada;
  • Fazer esforço físico e esportes de contato;
  • Fumar.

Quanto tempo depois da rinoplastia o paciente pode usar óculos?


O uso de óculos após a rinoplastia requer bastante cuidado, uma vez que o objeto fica apoiado justamente no nariz. Após a remoção do gesso/tala, entretanto, é necessário ficar pelo menos dois meses sem utilizar óculos. Para os pacientes que realmente dependem deles para enxergar, o ideal é se preparar antecipadamente e adquirir lentes de contato.

O tipo de nariz influencia na cirurgia?


Embora muitas pessoas sonhem com um tipo de nariz considerado ideal, é importante lembrar que o principal objetivo da rinoplastia é proporcionar harmonia facial. Para isso, toda a estrutura facial deve ser criteriosamente avaliada pelo especialista antes de determinar quais alterações são viáveis para que o resultado do procedimento não fique com aparência de artificial.

Além do tipo de nariz, outros aspectos que são levados em consideração pelo cirurgião plástico são a espessura da pele do paciente, bem como seu gênero e traços característicos.

Posso escolher o tipo de nariz?


Embora a vontade do paciente seja sempre levada em conta, os critérios citados acima — como tipo de nariz e estrutura facial — são essenciais para determinar o melhor tipo de nariz para garantir um resultado proporcional, simétrico e equilibrado.

Quando é possível ver o resultado da rinoplastia?


A rinoplastia é um procedimento invasivo e que apresenta um processo de recuperação lento e gradual. Por mais que já seja possível notar algumas mudanças estruturais logo no primeiro mês após a cirurgia de nariz, o inchaço pode demorar alguns meses para desaparecer completamente. O resultado deve ser observado após cerca de um ano do procedimento.

Para saber mais sobre a cirurgia de rinoplastia, entender quais os resultados podem ser obtidos por meio desta cirurgia plástica e descobrir se o procedimento é indicado para você, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. Paolo Rubez.

 

Fontes:

Instituto Rubez de Cirurgia Plástica;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética.

 

 

 

 

 

 

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.