Fale conosco pelo WhatsApp

Mentoplastia

A mentoplastia, ou cirurgia plástica do queixo, é um procedimento voltado para pessoas que possuem o desejo de corrigir o aspecto do queixo, tanto em relação ao tamanho quanto o formato do mento, podendo ser redutora ou de aumento.

Antes de tudo, é primordial avaliar a característica da mordida do paciente, pois, em alguns casos, a correção do mento pode ser associada a um procedimento mais complexo, que é a cirurgia ortognática, para correção da mordida.

Uma vez que a mordida do paciente está correta, o mento é avaliado, principalmente em perfil, tendo a possibilidade de avanço ou redução. O posicionamento do queixo é fundamental para um balanço adequado de toda a face e compromete qualquer outra cirurgia quando não é tratado.

Na rinoplastia e na ritidoplastia, por exemplo, o mento tem papel fundamental no resultado. O avanço do mento, que é mais comum do que o recuo, pode ser feito por meio de aplicação de próteses de silicone ou poréx, bem como a partir de osteotomias, um procedimento que permite ao cirurgião plástico realizar o avanço do próprio osso da mandíbula do paciente.

Na mentoplastia redutora, por sua vez, o especialista realiza a remodelação ou o reposicionamento do osso do paciente. Durante a cirurgia, o cirurgião plástico adéqua o formato do osso do paciente e o fixa na posição ideal utilizando placas e parafusos de titânio.

Em ambos os procedimentos, tanto redutor quanto de aumento, utiliza-se anestesia geral.

O período pós-operatório da cirurgia plástica do queixo é rápido, sem muitas dores, no caso do uso de próteses. Também não há muito inchaço ou roxidão, mas é preciso seguir todas as recomendações passadas pelo cirurgião plástico, que podem variar de acordo com cada caso.

É fundamental que, antes de realizar a cirurgia, todas as dúvidas do paciente estejam esclarecidas. Para isso, ele deve buscar um cirurgião plástico especialista e que passe credibilidade. De preferência, que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.