Fale conosco pelo WhatsApp

O que evitar durante a recuperação da rinoplastia?

Mulher com olhos fechados e instrumentos de cirurgia
15 fev, 2021

Os cuidados durante a recuperação da rinoplastia são fundamentais para evitar complicações e garantir bons resultados!

A rinoplastia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é a sétima intervenção cirúrgica mais realizada no país. Popular pelos benefícios que pode oferecer, a cirurgia de nariz é capaz de proporcionar a melhora de sua aparência e proporção, realçando a harmonia facial do indivíduo. Além disso, a rinoplastia também possui finalidades funcionais, podendo corrigir determinadas dificuldades respiratórias causadas por anormalidades estruturais no nariz.

Mas antes de considerar os resultados que podem ser obtidos pelo procedimento, é importante atentar-se aos cuidados que podem ser necessários durante a recuperação da rinoplastia, já que o pós-operatório de uma intervenção é responsável pelo processo de cicatrização e acomodação das modificações, por exemplo, fundamentais para um resultado satisfatório.

Quais os cuidados após rinoplastia?

Normalmente, a cirurgia plástica no nariz leva em torno de duas a três horas para ser finalizada, dependendo das individualidades de cada paciente e das alterações necessárias na estrutura. Desta forma, a recuperação da rinoplastia depende também da complexidade cirúrgica e se é a primeira plástica no nariz ou uma cirurgia de revisão, por exemplo.

O pós-operatório da rinoplastia começa imediatamente após o procedimento, em que o paciente deve submeter-se ao repouso absoluto por pelo menos sete dias. Entretanto, a recomendação de repouso pode variar de acordo com a complexidade do procedimento e da presença ou não de complicações durante a cirurgia. Portanto, siga estritamente a recomendação de seu cirurgião plástico.

Durante os primeiros dias, o paciente deve:

  • Permanecer com o rosto enfaixado, protegendo o nariz e facilitando o processo de cicatrização natural;
  • Repousar com a cabeça elevada com o auxílio de travesseiros, evitando deitar-se de bruços ou de lado;
  • Quando recomendado, fazer o uso de compressas para a diminuição de hematomas e inchaços;
  • Não utilizar óculos.

Durante este período, ainda pode ser necessário fazer o uso de analgésicos e anti-inflamatórios para o alívio de potenciais desconfortos. Os medicamentos devem ser prescritos sempre pelo cirurgião responsável, e o paciente deve evitar a automedicação, não comprometendo a sua saúde tampouco os resultados da cirurgia de nariz.

Além disso, é importante também se atentar a uma alimentação balanceada, evitando a ingestão de determinados alimentos.

O que não pode comer depois da rinoplastia?

A alimentação deve sempre receber a atenção dos pacientes no pós-operatório, independentemente do tipo de intervenção cirurgia. Entretanto, a alimentação é uma das principais orientações durante recuperação da rinoplastia, evitando possíveis sangramentos e mal-estar.

O ideal é que o paciente apenas faça a ingestão apenas de alimentos frios, líquidos e pastosos. Isso porque a mastigação, especialmente de alimentos duros, pode forçar a região operada e comprometê-la, causando, consequentemente, desconforto e até mesmo dor ao paciente.

Durante este período, é indicado o consumo de vitaminas de frutas ou smoothies, sucos, sopas ou caldos frios, iogurtes, frutas amassadas, purês, dentre outros alimentos.

O paciente deve evitar o consumo principalmente de alimentos industrializados, refrigerantes, café, chocolates e chás que possuam cafeína, por exemplo.

Quanto tempo para se recuperar de uma cirurgia no nariz?

Como citado anteriormente, o primeiro estágio de recuperação da rinoplastia, dura aproximadamente sete dias, mas pode estender-se até 15 dias, dependendo da necessidade o paciente.

Independentemente do tempo estimado pelo cirurgião, ainda é indicado que o paciente evite atividades físicas ou levante peso por pelo menos três semanas. Atividades que possuam algum tipo de impacto ou esforço podem prejudicar a cicatrização do procedimento, além de oferecer complicações ao paciente.

Durante este tempo, deve-se também evitar a exposição solar. O sol pode aumentar consideravelmente o inchaço da região operada, e ainda promover o aparecimento de manchas na pele — que podem tornar-se permanentes.

Na maioria dos casos, o paciente pode retornar as suas atividades cotidianas dentro de um mês, mas sempre tomando os cuidados necessários, e apenas retomá-las com a devida liberação médica.

Ainda que a recuperação da rinoplastia seja estimada em um mês, os resultados permanentes do procedimento devem ser vistos após um ano da cirurgia. Portanto, cuide-se diariamente, e obtenha os melhores resultados possíveis!

Para conhecer mais sobre o procedimento e os detalhes da recuperação da rinoplastia, entre em contato com o Dr. Paolo Rubez e marque uma consulta.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

Revista Brasileira de Cirurgia Plástica

Dr. Paolo Rubez

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.