Fale conosco pelo WhatsApp

O que é uma cirurgia estética?

Marcações no rosto de mulher antes da realização de uma cirurgia estética
14 maio, 2020

Sentir-se mais bonito e jovem é a preocupação de muitas pessoas, e isso nem sempre está relacionado a questões estéticas: há questões emocionais envolvidas, já que o indivíduo com incômodos estéticos pode apresentar insegurança e falta de confiança em si mesmo. Uma cirurgia estética pode ser a solução para este tipo de problema, e cuidar de si mesmo é uma excelente maneira de se valorizar.

A cirurgia estética é um procedimento seguro e que pode trazer excelentes resultados, sendo cada vez mais procurados pela população brasileira. Saiba mais sobre o assunto na sequência.

Qual a definição de uma cirurgia estética?

Mesmo com muita dieta e academia, alguns “defeitos” estéticos incômodos podem ser persistentes. É o caso, por exemplo, daquela gordura localizada na parte interna das coxas, nas costas perto das axilas ou na região baixa do abdome. A cirurgia estética tem como principal objetivo melhorar a aparência do paciente e eliminar esses pequenos incômodos.

Nesses casos, o indivíduo não está fazendo um procedimento que visa melhorar seu estado de saúde físico, mas sua aparência — algo que pode impactar negativamente no aspecto psicológico. Trata-se de uma cirurgia diferente das chamadas plásticas, que também são indicadas para questões médicas.

No caso de um desvio de septo, por exemplo, o nariz pode ficar torto e em desarmonia facial, mas também comprometer a capacidade respiratória do indivíduo. Esse é um caso de cirurgia plástica que é feita não só por questões estéticas, mas também por motivos de saúde, e o cirurgião plástico consegue proporcionar melhoria nos dois aspectos ao mesmo tempo.

A cirurgia plástica pode corrigir um problema congênito (ou seja, que existe desde o nascimento), ou um adquirido com o tempo. A cirurgia estética não possui uma função reparadora ou funcional como é no caso da cirurgia plástica. Porém, isso não diminui sua importância, já que impacta no aspecto psicológico do paciente.

Principais tipos de cirurgias estéticas

Rinoplastia

A rinoplastia é um procedimento que ajuda a moldar a forma do nariz, deixando-o mais harmônico com as formas do rosto. Podem ser necessários enxertos de cartilagem que são retiradas do próprio paciente para evitar incompatibilidade de tecidos.

Ritidoplastia

Também conhecida como lifting facial, tem como meta corrigir e suavizar os sinais de envelhecimento. É importante também que alguns fatores que promovem o envelhecimento precoce não façam mais parte da vida do paciente como o tabagismo.

Além desses procedimentos, merecem destaque entre os principais tipos de cirurgia estética:

  • Mentoplastia;
  • Blefaroplastia;
  • Otoplastia;
  • Mamoplastia;
  • Cirurgias reparadoras;
  • Contorno corporal;
  • Aplicação de Botox;
  • Preenchimento Labial;
  • Preenchimento Facial;
  • Ptose Palpebral.

Quando procurar um cirurgião plástico?

Todas as pessoas que sentem algum tipo de incômodo ou desconforto estético em relação a seu corpo podem procurar um cirurgião plástico. Muitas mulheres, por exemplo, procuram este tipo de profissional para aumentar os seios com ajuda de próteses de silicone. O processo contrário também é muito realizado: a redução de mamas que são volumosas demais e podem causar dores nas costas, dificuldade para respirar e problemas de autoestima.

Há diversos casos em que a cirurgia estética pode trazer benefícios. As popularmente chamadas “orelhas de abano” são um exemplo, assim como aquela “pochete” que insiste em permanecer mesmo com muita dieta e exercícios. Também é possível corrigir pálpebras caídas e excesso de pele flácida, bem como muitas outras situações incômodas ao paciente.

É importante ter em mente, entretanto, que os resultados alcançados variam de pessoa para pessoa, e cabe ao cirurgião plástico fazer uma avaliação criteriosa a respeito das características do paciente. Assim, o profissional poderá avaliar as possibilidades e alinhá-las com as expectativas de cada um, de modo que a cirurgia estética não acabe se tornando uma decepção. Agende uma consulta para saber mais.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Clínica de Cirurgia Plástica Dr. Paolo Rubez.

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.