Fale conosco pelo WhatsApp

O que é rinomodelação?

Médico insere agulha no nariz de paciente para realizar rinomodelação
03 nov, 2020

Entender o que é a rinomodelação é importante para verificar se esse procedimento é o mais indicado ao seu caso e se garante os resultados almejados com a intervenção. Veja mais aqui!

Muitas pessoas pesquisam o que é rinomodelação, pois tem interesse em uma intervenção estética menos invasiva. De fato, o procedimento consiste em uma alternativa para promover mudanças na aparência do nariz sem a necessidade de recorrer à cirurgia plástica.

A rinomodelação é um tratamento estético realizado no consultório do cirurgião plástico, permitindo algumas alterações na aparência do nariz, principalmente se a insatisfação estiver associada a assimetrias ou incômodos pontuais. Entenda melhor a seguir!

Quando a rinomodelação é indicada?

A rinomodelação consiste em um procedimento minimamente invasivo que promove correções estéticas no nariz, como em relação ao tamanho, formato, assimetrias ou harmonização com a face.

A técnica é indicada principalmente para insatisfações com a estética do nariz que sejam amenas, como para melhorar a projeção da ponta, reduzir a diferença entre os lados do nariz, aumentar levemente as asas ou a parte superior do nariz.

Trata-se de um procedimento que não demanda internação cirúrgica ou incisões que vão resultar em cicatrizes posteriormente. Justamente por esses fatores, um aspecto importante ao entender o que é rinomodelação é ter consciência de que o procedimento é mais limitado do que uma rinoplastia.

A cirurgia plástica do nariz permite, por exemplo, reduzir a giba nasal, diminuir o tamanho das assas nasais ou até mesmo mudar significativamente a projeção da ponta. A rinomodelação não permite essa amplitude de resultados, mas é indicada para casos mais amenos.

Quais são os benefícios da rinomodelação?

Apesar de ser mais limitada do que uma rinoplastia, a rinomodelação tem suas vantagens que justificam optar por essa técnica em diferentes casos. Os benefícios incluem:

  • Procedimento seguro e realizado em consultório médico;
  • Baixas chances de complicações posteriores;
  • Custos mais acessíveis;
  • Não demanda uma preparação específica, como a realização de exames prévios;
  • Não exige afastamento das atividades no pós-operatório.

Os benefícios da rinomodelação devem ser discutidos com o especialista, de modo a avaliar se o caso realmente justifica essa escolha em vez de uma rinoplastia ou outro procedimento.

Como é realizada a rinomodelação?

Como visto, a rinomodelação pode ser realizada em consultório médico. Após a avaliação do caso e confirmação de que essa é a técnica mais apropriada, o cirurgião plástico aplicará um anestésico tópico e será necessário aguardar alguns instantes para que ele faça efeito.

Em seguida, o ácido hialurônico — substância de preenchimento majoritariamente usada no tratamento — será aplicado por meio de uma agulha muito fina e específica para esse fim, com o especialista remodelando os aspectos desejados do nariz.

O ácido hialurônico é uma molécula de açúcar presente naturalmente no organismo, especialmente na pele, que tem como função a absorção de água para preencher o local e mantê-lo hidratado. Por estar presente no organismo, essa opção é muito segura.

Na rinomodelação, o ácido hialurônico garante o efeito de preenchimento do nariz para correção das assimetrias e alteração no formato ou tamanho, conforme o caso. No entanto, essa substância é reabsorvida pelo organismo, de forma que entre 12 e 18 meses o paciente precisará refazer o tratamento para manter os resultados.

Um aspecto importante a ser destacado é que a rinomodelação não utiliza o PMMA (polimetilmetacrilato), usado na bioplastia. Essa substância não é reabsorvida pelo organismo e suas partículas podem causar problemas de saúde graves e de difícil reversão.

Avaliando riscos e benefícios da rinomodelação

Entender o que é a rinomodelação é apenas o primeiro passo, sendo necessário ponderar em seguida se os benefícios desse tratamento estão alinhados com as suas expectativas.

Quando realizada com o ácido hialurônico, o procedimento é bastante seguro e riscos — muito raros — incluem ondulações no local da aplicação, cegueira e necrose. No entanto, esses casos estão relacionados a um profissional não qualificado à execução da técnica ou manuseio inadequado da substância.

Portanto, antes de optar pela rinomodelação converse com um cirurgião plástico de confiança e verifique se esse tratamento é o mais apropriado ao se caso. Para saber mais, agende sua consulta!

Fontes:

Revista Brasileira de Cirurgia Plástica;

Cirurgião Plástico Dr. Paolo Rubez.

Sobre o autor
Formado na Escola Paulista de Medicina / Unifesp, é especialista em cirurgia plástica e cirurgia da enxaqueca. Além disso, passou por sete estágios em Cleveland, nos EUA, na University Hospitals, para se aprimorar em Rinoplastia.