(11) 5093-3921 (11) 96445-1045 contato@drpaolorubez.com.br
Fale conosco pelo WhatsApp
Tratamento para a Enxaqueca

Tratamento para a Enxaqueca

Pacientes diagnosticados com enxaqueca sabem o quanto a condição pode ser desgastante. Hoje, a medicina provém mais de um tratamento para enxaqueca crônica, sendo possível até a realização de cirurgias para minimizar a condição.

Como funciona o Botox® para enxaqueca crônica?

Como funciona o Botox® para enxaqueca crônica?

A enxaqueca crônica é considerada uma das condições de saúde mais debilitantes devido à intensidade dos sintomas e da frequência das crises. Dessa forma, diversos tratamentos são pesquisados para reverter esse quadro, com destaque para o Botox® para enxaqueca crônica.

Sintomas da enxaqueca crônica

Sintomas da enxaqueca crônica

A cefaleia, também conhecida como dor de cabeça, pode manifestar-se de dezenas de formas diferentes sendo que a recorrência e intensidade determinam o nível do problema.

Enxaqueca crônica – mitos e verdades

Enxaqueca crônica – mitos e verdades

Muitos portadores de Migranea pesquisam sobre a condição que os afeta e acabam confusos com diversos mitos da enxaqueca crônica que dificultam entender o que realmente é verdade sobre essa condição, como ela pode ser diagnosticada e tratada.

Enxaqueca tem cura? Conheças os tipos de tratamentos

Enxaqueca tem cura? Conheças os tipos de tratamentos

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a enxaqueca atinge cerca de 324 milhões de pessoas no mundo, sendo que no Brasil, 15% da população é afetada pelo problema, na maioria mulheres. A OMS ainda classificou a condição como a quarta doença crônica mais incapacitante, atrás apenas da tetraplegia, psicose e demência. A questão que fica é: enxaqueca tem cura? Por muito tempo não houve tratamentos definitivos para a enxaqueca, sendo que os medicamentos para controle da dor já instaurada e os profiláticos, para prevenção, eram as melhores alternativas para pacientes diagnosticados com Migrânea. Atualmente, entretanto, existem novas opções de tratamentos que aumentam as chances de uma cura para enxaqueca. Enxaqueca tem cura? Inicialmente, é preciso compreender que alguns dos novos tratamentos, como a cirurgia para enxaqueca e a aplicação de toxina botulínica A são opções de tratamentos mais duradouros, mas dependem bastante do tipo de cefaleia que o paciente possui, considerando local de origem da dor, intensidade e recorrência. Quais os tipos de tratamento para enxaqueca? O primeiro passo para identificar qual o tratamento mais adequado para o caso é procurar um neurologista que faça o diagnóstico correto do tipo de Migrânea de acordo com o relato do paciente e exames que possam ser solicitados. Posteriormente, o médico poderá indicar qual o tratamento mais indicado para o caso, considerando chances de sucesso e riscos associados de acordo com o quadro clínico do paciente. Conheça quatro tipos de tratamento para enxaqueca que podem ser sugeridos pelo médico responsável. Medicamentoso Uma das formas mais recorrentes de tratar a cefaleia é com medicamentos. No caso de crises de enxaqueca...
5 dicas para evitar a enxaqueca

5 dicas para evitar a enxaqueca

A enxaqueca é um tipo de cefaleia que, embora seja comumente confundida com a dor de cabeça comum, é mais severa e pode impactar negativamente ma vida dos pacientes, sobretudo a enxaqueca crônica. Ainda que tenha tratamento, tanto medicamentoso quanto cirúrgico, a enxaqueca não pode ser completamente evitada, sendo importante conhecer os sintomas para distinguí-la de outras formas de cefaléia. A patologia é caracterizada por dor latejante entre 4 a 72 horas seguidas e pode vir acompanhada de náusea, vômito, sensibilidade à luz e a barulhos. Na enxaqueca crônica esses sintomas ocorrem com uma frequência elevada, com dores de cabeça quase que diárias. Devido aos severos sintomas relacionados com a enxaqueca, seguir alguns bons hábitos para evitá-la é a opção de muitos pacientes diagnosticados com a condição. Conheça 5 dicas para ajudar a evitar a enxaqueca. 1 – Mantenha uma alimentação saudável O primeiro passo para evitar crises frequentes de enxaqueca é manter uma alimentação saudável e bem regulada. Muitas horas sem comer é um grande vilão para quem sofre da condição, portanto, uma alimentação adequada pode ajudar. Existem alguns alimentos que são contraindicados como cafeína, refrigerantes, embutidos, chocolate, vinho tinto e queijos amarelos se forem “gatilhos”para a dor. Por sua vez, alimentos como gengibre, pimenta, leite, ovos e ricos em vitamina B podem ajudar. Beber bastante água também é indicado. 2 – Realize atividades físicas As atividades físicas são importantes para todas as pessoas, no caso dos portadores de enxaqueca são ainda mais relevantes. O indicado é optar por atividades físicas mais leves como caminhadas, natação, alongamentos, yoga e pilates. Caso esteja sofrendo de uma crise de enxaqueca,...