Fale conosco pelo WhatsApp

Tudo sobre a aplicação do Botox®

Revisado por: Dr. Paolo Rubez CRM/SP: 124773 - 16 de maio de 2019

Tudo sobre a aplicação do Botox®

Um dos tratamentos estéticos mais conhecidos e polêmicos é a aplicação de Botox®, fazendo com que apesar da ampla utilização da técnica, muitas pessoas não saibam qual o efeito da substância e para quais situações ela é indicada.

Dessa forma, o objetivo deste conteúdo é explicar como a aplicação de Botox® pode ser usada para fins estéticos e terapêuticos, quais as contraindicações e como o tratamento é realizado. Confira!

O que é Botox®?

Inicialmente, é essencial que as pessoas interessadas em fazer uma aplicação de Botox® compreendam que o nome popularmente conhecido se refere a uma marca e não à substância usada no tratamento estético.

A marca Botox® foi a primeira no mercado brasileiro a disponibilizar a substância toxina botulínica para fins estéticos, fazendo com que o nome se tornasse comum. Ela está presente no Brasil desde 1992, fazendo com que seja uma referência na área e a mais usada pelos cirurgiões plásticos e dermatologistas, profissionais mais aptos a realizarem o procedimento.

A substância é produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que é a responsável pela doença botulismo. Para fins estéticos a substância é purificada, de forma que não cause a doença.

A toxina botulínica funciona como um bloqueador neuromuscular. Dessa forma, ela impede que haja a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos o que faz com que a contração muscular seja parcial ou totalmente impedida.

Como funciona a aplicação da toxina botulínica?

O primeiro passo para realizar a aplicação da toxina botulínica refere-se à avaliação da região pelo cirurgião plástico, determinando quais os pontos de aplicação de Botox® para obter os resultados esperados.

Após essa definição, é realizada a antissepsia do local e o profissional pode utilizar um anestésico tópico para oferecer mais conforto ao paciente durante a aplicação de Botox®. É importante ressaltar a necessidade de o procedimento ser feito em uma clínica de Botox®, ou seja, em um local com médicos, como um dermatologista ou cirurgião plástico.

A toxina botulínica é comercializada em pó, de forma que o cirurgião deverá fazer a diluição da substância em soro fisiológico. Uma agulha específica para esse tipo de tratamento é usada e então é feita a aplicação nos pontos definidos anteriormente.

Em quais locais a toxina botulínica pode ser aplicada?

Apesar de a aplicação de Botox® ser muito conhecida pelos resultados que proporciona na face, outros locais também podem ser beneficiados com o uso da substância. Conheça os principais locais de aplicação da toxina botulínica:

  • Queixo e pescoço;
  • Nos cantos dos lábios para melhorar o aspecto da “boca triste”;
  • Dorso e lateral do nariz;
  • Linhas de expressão ou rugas ao redor da boca;
  • Colo para melhorar a flacidez;
  • Pálpebra inferior;
  • Bochechas para tratamento de rugas finas;
  • Sorriso gengival;
  • Glabela para melhorar o aspecto na região dos olhos;
  • Pés de galinha, também comuns na região dos olhos.

Portanto, são diversas os locais nos quais o Botox® apresenta efeitos estéticos benéficos para os pacientes. No entanto, a toxina botulínica também pode ser usada em tratamentos terapêuticos. Algumas das indicações da substância são:

  • Enxaqueca Crônica
  • Controle do blefaroespasmo (espasmos nos olhos);
  • Redução da sudorese;
  • Correção do estrabismo ocular;
  • Controle do bruxismo;
  • Redução dos espasmos faciais;
  • Diminuição a cefaleia tensional;
  • Controle da salivação excessiva.

Essas são algumas das recomendações nas quais o uso da toxina botulínica apresenta benefícios para a saúde do paciente, fazendo com que seu uso seja extenso e diversificado.

Quais as correções promovidas pelo Botox®?

Retomando os benefícios estéticos do Botox®, deve-se ter consciência sobre como ocorre o processo de envelhecimento natural. O envelhecimento facial é causado por uma soma de fatores, como idade, exposição solar, uso de tabaco e álcool, falta de cuidados estéticos, questões genéticas, alimentação e, principalmente, movimentação dos músculos da face.

Dessa forma, ações como sorrir, mastigar, falar, piscar, “emburrar”, etc. são todas responsáveis pela constante contração da musculatura facial. Com o passar do tempo o que ocorre é que a pele perde o colágeno que auxiliava na manutenção da elasticidade, fazendo com que esses movimentos frequentes fiquem marcados.

O uso estético da aplicação de Botox® visa justamente o bloqueio desse tipo de movimento, tanto impedindo que novas linhas de expressão se formem como também reduzindo as que já estão presentes na face.

Existe contraindicação a aplicação de Botox®?

Assim como qualquer medicamento, a aplicação de Botox® não é recomendada para pessoas que apresentem alergia aos componentes da fórmula, para mulheres grávidas ou amamentando, portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias.

A partir de que idade aplicar o Botox®?

Não há uma idade mínima para usar o Botox®, de forma que cada vez mais pacientes na casa dos 20 anos optam pela aplicação de Botox® visando prevenir as linhas de expressão.

Deve-se ter consciência de que, apesar de irreversível, os resultados da aplicação são temporários. Os efeitos costumam passar cerca de quatro a seis meses após a aplicação, sendo necessário refazer o tratamento.

Para evitar que o organismo crie resistência ao produto é contraindicado que as aplicações ocorram com intervalos menores do que três meses.

A aplicação de Botox® é uma técnica segura e que, quando realizada por um cirurgião plástico de confiança, proporciona um resultado natural e em harmonia com as expectativas do paciente.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD);

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);

Ministério da Saúde;

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).