Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Tipos de tratamento para a enxaqueca

Tipos de tratamento para a enxaqueca

Conhecida também como cefaleia ou Migranea, a enxaqueca é uma dor de cabeça pulsátil, muitas vezes, acompanhada por fotofobia (sensibilidade à luz), fonofobia (sensibilidade a sons), náuseas e vômito, dentre outros sintomas. Mas o que nem todos sabem é que existe tratamento para enxaqueca.

De acordo com o Ministério da Saúde, ela acomete cerca de 5 a 25% das mulheres e 2 a 10% dos homens e, predominantemente, pacientes entre os 25 e os 45 anos. Após os 50 anos a incidência reduz, principalmente para as mulheres. Contudo, cerca de 3 a 10% das crianças podem apresentar o problema, em ambos os sexos, mas após a puberdade a maioria afetada é feminina.

Apesar de existir diversas condições que favorecem o surgimento da dor de cabeça, o que muitas pessoas desconhecem é que existem formas de tratamento para a enxaqueca, sendo uma delas, inclusive, cirúrgica.

Quais são os diferentes tipos de tratamento para enxaqueca?

Quando as dores passam a interferir na realização de tarefas, bem como na vida social do paciente, é indicado buscar o auxílio de um especialista, que, após a avaliação do quadro clínico da pessoa, orientará ao melhor tratamento, de acordo com a gravidade da enxaqueca.

Dentre os tratamentos da enxaqueca mais comuns, destacam-se:

Medicamentos

Os medicamentos prescritos pelos especialistas servem para tratar as crises de dor ou para preveni-las, quando são mais frequentes. Existem diversas classes medicamentosas, incluindo analgésicos simples, analgésicos combinados,  opióides, anticonvulsivantes, betabloqueadores, antidepressivos e antivertiginosos. A indicação de cada um depende do caso.

Acupuntura

A acupuntura também auxilia no tratamento para enxaquecas. Na técnica, o terapeuta avalia o corpo do paciente a fim de identificar os bloqueios energéticos que estão causando as dores de cabeça. Em muitos casos, o problema está localizado na região cervical e no fígado e, por isso, estas áreas costumam ser tratadas ao mesmo tempo.

Toxina Botulínica

A toxina botulínica, neste caso o Botox, é comprovadamente eficaz para tratamento da Migranea Crônica. Diversas publicações científicas mostraram resultados positivos com seu uso. Em geral, é necessário realizar aplicações a cada 3 ou 4 meses, em diversos pontos na cabeça e região cervical.

Cirurgia para enxaqueca

A cirurgia de enxaqueca é uma forma muito eficiente de tratar a patologia, quando bem indicada. Em muitos casos, é um tratamento definitivo para o problema.

Apesar de ainda pouco conhecida no país, a cirurgia para enxaqueca é um procedimento bastante simples, pouco invasivo e que tem o objetivo de descomprimir e liberar os ramos do nervo trigêmeo ou occipital, que são irritados pelas estruturas adjacentes ao longo de seu trajeto.

A cirurgia para enxaqueca pode ser de 4 tipos diferentes, sendo que, para cada um são realizados acessos específicos para tratar os ramos do nervo. Todos são localizados nas áreas superficiais da face, couro cabeludo ou na cavidade nasal.

Agende sua consulta