Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

O que é rinoplastia secundária?

O que é rinoplastia secundária?

A rinoplastia secundária consiste na realização de uma cirurgia plástica no nariz quando o paciente já realizou uma ou mais intervenções cirúrgicas na região anteriormente, mas não alcançou os resultados estéticos ou funcionais que ele gostaria.

O procedimento também é conhecido como rinoplastia de revisão ou de correção. Nesse caso, as características anatômicas do nariz já foram alteradas anteriormente pela primeira cirurgia, portanto, para realizar a intervenção novamente, deve-se procurar por um cirurgião plástico especialista em rinoplastia, garantindo que as expectativas possam ser atendidas nessa nova intervenção.

Quando realizar a rinoplastia secundária?

As motivações pessoais para a realização da rinoplastia secundária podem variar de acordo com cada caso. É comum, entretanto, que duas situações se destaquem entre as que mais frequentemente exigem a realização do procedimento:

  • Falta de sucesso na primeira rinoplastia: quando a primeira intervenção não foi corretamente realizada, resultando em sequelas funcionais, como a insuficiência das válvulas nasais, ou estéticas, como assimetrias, tortuosidades, ponta muito levantada etc.;
  • Insatisfação com o procedimento: também é possível que, mesmo na inexistência de problemas com a execução, o paciente fique insatisfeito com o resultado obtido. Isso pode ocorrer após a cicatrização que altera o formato do nariz ou quando há falha de comunicação entre paciente e cirurgião.

Devido a esses fatores, é fundamental que o paciente seja claro em relação aos objetivos que pretende alcançar com o procedimento e quais são as expectativas dele, de forma que possa alinhar com o cirurgião plástico responsável quais são as possibilidades de intervenção, evitando insatisfação futuramente.

Esse alinhamento de expectativas deve ocorrer na avaliação para a rinoplastia, momento no qual o paciente pode esclarecer todas as dúvidas relacionadas à cirurgia.

No caso da rinoplastia secundária, a avaliação consiste na verificação das estruturas nasais por parte do cirurgião, explicação do paciente em relação ao descontentamento com o primeiro procedimento, a expectativa para a nova cirurgia e a indicação do profissional de se a rinoplastia secundária é realmente indicada para o caso.

Qual o intervalo necessário entre a primeira e a segunda rinoplastias ?

O tempo necessário para aguardar entre a primeira rinoplastia e o procedimento de revisão não é pré-determinado, variando de acordo com o tempo de recuperação da primeira cirurgia que deve ser respeitado.

É comum que a rinoplastia de correção não ocorra antes de um ano após a realização do primeiro procedimento, período necessário para que a cicatrização seja concluída.

Ao identificar a necessidade de um novo procedimento, o paciente deve buscar por um profissional de confiança que possa realizar a rinoplastia secundária. Entre as particularidades da cirurgia destacam-se a presença de tecido cicatricial resultante da primeira intervenção e diminuição da cartilagem nasal.

Esses fatores fazem com que a avaliação do cirurgião plástico seja essencial para determinar se é possível realizar a rinoplastia secundária no paciente e quais serão as necessidades do procedimento.

CTA