Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Qual a diferença entre uma rinoplastia funcional e estética?

Qual a diferença entre uma rinoplastia funcional e estética?

Muitas pessoas têm interesse em realizar uma cirurgia plástica do nariz, entretanto não sabem que existem diferenças entre a rinoplastia funcional e estética, e uma cirurgia que atenda essas duas demandas pode ser mais adequada.

Entre os problemas funcionais que podem ser corrigidos em uma rinoplastia estão o desvio de septo, a hipertrofia dos cornetos nasais, patologias dos seios da face, entre outros. Já as questões estéticas que podem ser alteradas incluem diversos detalhes de ponta, dorso, e tamanho do nariz.

Ao procurar um cirurgião plástico para conduzir o procedimento, o paciente pode estar interessado em realizar apenas uma das intervenções, mas o diagnóstico do especialista pode demonstrar a importância de se juntar estas demandas, permitindo além de tornar o nariz esteticamente mais agradável e harmonioso, também corrigir problemas anatômicos que possam limitar a capacidade respiratória do paciente.

Devido a esses fatores é fundamental escolher um cirurgião plástico que tenha experiência na realização de procedimentos nasais de forma que ele consiga alinhar as expectativas estéticas e funcionais do paciente, com a melhor conduta profissional para atender problemas que o próprio paciente não tenha identificado.

Para que um diagnóstico correto seja dado é importante que o especialista solicite os exames pré-operatórios para que seja realizada uma análise completa da estrutura e anatomia do nariz.

Portanto, a principal diferença entre os procedimentos é que a rinoplastia funcional visa corrigir as estruturas anatômicas e internas no nariz para melhorar a capacidade respiratória do paciente. Já a rinoplastia estética tem como objetivo melhorar a aparência do nariz em relação ao restante do rosto, proporcionando mais harmonia e simetria à face. Ambos os procedimentos podem ser realizados ao mesmo tempo.

 

Quando optar pela rinoplastia funcional ou estética?

A definição sobre qual rinoplastia será realizada depende, além do desejo do paciente, da indicação do cirurgião plástico responsável. Por exemplo, o médico não vai submeter um paciente a uma rinoplastia funcional se as estruturas anatômicas do nariz não apresentarem disfunções. Caso o interessado relate dificuldade para respirar nestes casos, ela pode estar associada a outros problemas, podendo ser encaminhado para o especialista adequado.

Já a cirurgia estética leva mais em consideração os desejos do paciente, de forma que se ele estiver insatisfeito com o formato do nariz é possível se submeter ao procedimento visando realizar as alterações necessárias para atender às expectativas dele.

Outra indicação possível é que o paciente seja submetido a uma cirurgia única para correção de problemas estéticos e funcionais. Esse é o caso ,por exemplo, da rinosseptoplastia, cirurgia plástica que reúne a rinoplastia estética e a correção do desvio de septo.

A realização dos dois procedimentos em uma única intervenção cirúrgica é muito indicada, pois o paciente é submetido a um único pré e pós-operatório, melhorando os resultados alcançados e reduzindo os gastos associados.

Para que seja realizada uma rinoplastia funcional e estética na mesma cirurgia, o cirurgião plástico responsável deve ter um amplo conhecimento da anatomia nasal de forma a definir como o procedimento será realizado, se pelo método aberto ou fechado, e se em conjunto com um otorrinolaringologista.