Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

O que é rinoplastia secundária?

O que é rinoplastia secundária?

A rinoplastia secundária define a realização da segunda cirurgia plástica do nariz, com o intuito de corrigir imperfeições ou características que não foram atendidas no primeiro procedimento. Devido a isso, também é chamada por alguns especialistas como rinoplastia de revisão ou de correção.

O procedimento contém os mesmos conceitos que a rinoplastia primária, no entanto apresenta um grau de dificuldade maior para o cirurgião plástico atender às expectativas do paciente, visto que as estruturas nasais já sofreram alteração previamente, tais como cicatrização e mudança de irrigação, devido à cirurgia realizada anteriormente.

Outro aspecto que deve ser avaliado é o comprometimento da pele e da mucosa, visto que, a cada procedimento, o nariz cria um novo tecido cicatricial, que, na maioria das vezes, é mais fibroso e grosso. Por isso a rinoplastia secundária deve ser realizada com um especialista de confiança, de preferência que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Além disso, a cirurgia secundária do nariz não é indicada para todas as pessoas.

Quando a rinoplastia secundária é indicada?

Por ser um procedimento realizado em um local que já passou por uma cirurgia prévia, seja por motivo estético ou funcional, a rinoplastia secundária é indicada para os pacientes que ainda apresentam queixas relacionadas à aparência ou funcionalidade do nariz, sejam essas queixas as mesmas que levaram a pessoa a buscar o procedimento ou que surgiram após a realização da primeira rinoplastia.

Na maioria das vezes, a realização de uma rinoplastia secundária é indicada somente após um ano da primeira, visto que esse tempo é suficiente para a cicatrização completa da cirurgia prévia e as estruturas que sofreram alteração já apresentam melhores condições de serem modificadas novamente, proporcionando um formato mais definido para o nariz.

No entanto, caso as modificações geradas pela primeira cirurgia plástica do nariz estejam prejudicando o paciente de algum modo, gerando impacto emocional, social ou funcional a ele, esse período pode ser reduzido. Contudo, devem ser levadas em consideração as características mencionadas anteriormente, como o atual aspecto da pele do paciente, por exemplo.

Além disso, para a realização da rinoplastia secundária, é bastante comum a utilização de cartilagens de outras regiões do corpo do paciente, como costelas e orelhas, por exemplo, para a confecção dos novos enxertos, visto que a parte do septo que era possível ser utilizada pode já ter sido usada na cirurgia anterior ou sofrido desvios acentuados.

De um modo geral, caso um paciente esteja insatisfeito com o aspecto ou funcionalidade do nariz mesmo já tendo realizado uma rinoplastia anteriormente ou, até mesmo, apresenta insatisfações com o primeiro procedimento, a rinoplastia secundária é indicada. No entanto, apenas um especialista em cirurgias plásticas poderá confirmar a possibilidade de realizar o procedimento de correção.

Agende sua consulta