O que é e para que serve a Mentoplastia?

O que é e para que serve a Mentoplastia?

Você já ouviu falar em Mentoplastia? O nome estranho é a nomenclatura técnica para a cirurgia plástica no queixo. Considerada uma das estruturas diretamente relacionadas com a harmonia facial, há pessoas que apresentam a região menos projetada, o que causa um descontentamento em relação a beleza facial.

A análise e indicação da mentoplastia deve ser feita por um cirurgião plástico. No consultório, o médico medirá as proporções faciais, com base em três regiões, o terço superior, terço médio e terço inferior, que devem ter comprimentos idênticos.

Por vezes, o paciente chega ao consultório do cirurgião queixando-se do queixo, porém o procedimento mais assertivo será a rinoplastia, ou cirurgia plástica no nariz. Outras vezes, para trazer essa harmonia facial, pode vir a ser necessário a combinação da rinoplastia com a mentoplastia. As duas estruturas são muito importantes para a estética do perfil da face.

Com a cirurgia no queixo é possível fazer a correção de três pontos distintos. O paciente pode aumentar a projeção do queixo, diminuir, ou corrigir assimetrias. Essas correções podem ocorrer com o auxílio de próteses de silicone, preenchimentos ou com a própria estrutura óssea do paciente.

Preparativos para cirurgia de mentoplastia

Por se tratar de um procedimento invasivo e feito em um centro cirúrgico, o paciente deve passar por uma análise clínica completa. Para complementar será necessário ainda a realização de exames de sangue e de imagem, como uma radiografia da face, para que o cirurgião minimize riscos durante o procedimento e faça a programação da cirurgia.

No dia da cirurgia é necessário estar em jejum de no mínimo 8 horas e caso note algo de estranho no organismo nos dias anteriores ao procedimento, isso deve ser relatado ao cirurgião plástico.

Como a cirurgia é feita?

Por mais que seja necessária a anestesia geral, a cirurgia no queixo é relativamente simples e rápida. A técnica mais tradicional é serrar uma parte do osso do queixo e reposicioná-lo com o auxílio de placas. Com o passar o tempo o osso passa a se recompor, remodelar no local, sendo raras as complicações.

O avanço da medicina fez surgir as próteses de silicone. Maleáveis, essas próteses possuem diâmetros distintos e são facilmente colocadas no queixo. Basta uma incisão pequena, ou na parte interna da boca ou na parte inferior do queixo, apesar de não ter a mesma qualidade e não ser definitiva como o avanço ósseo.

As vezes pode vir a ser necessário que o paciente melhore o aspecto da papada, sendo feita uma lipoaspiração. Isso ajudará na melhor harmonia do rosto, em especial de uma projeção mais acentuada do queixo, conferindo uma grande diferença na face deste paciente.

Quem não deseja se submeter a uma cirurgia ou quer apenas disfarçar alguma irregularidade na região, pode optar pelo preenchimento de gordura ou ácido hialurônico, sendo que este último é absorvido pelo corpo depois de meses.

Cuidados pós-operatório de cirurgia no queixo

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, alguns cuidados são necessários para que não ocorra nenhuma alteração no resultado da mentoplastia. O paciente deve deixar o hospital em que a cirurgia foi realizada, com um acompanhante.

  • Faça compressas frias para amenizar o inchaço;
  • Evite comer alimentos muito quentes nos primeiros dias após a cirurgia, em especial em incisões feitas na parte interna da boca;
  • Não se exponha à luz solar;
  • Evite esforços e suspenda atividades físicas por até 30 dias.

Ao seguir todas as recomendações médicas, o resultado na mentoplastia será bem natural, isso sem contar na minimização de riscos no local da cirurgia plástica.