Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Lipoenxertia facial – como funciona o preenchimento com gordura?

Lipoenxertia facial – como funciona o preenchimento com gordura?

O envelhecimento natural provoca a atrofia e flacidez de músculos, pele e gordura, além de remodelamento ósseo, afetando bastante o rosto com surgimento de linhas de expressão e perda de volume da face, aumentando a ocorrência de marcas e sulcos. A lipoenxertia facial tem como objetivo amenizar essa aparência envelhecida, proporcionando rejuvenescimento aos pacientes que se submetem ao procedimento.

Também chamada de preenchimento facial com gordura autóloga, a técnica devolve o volume facial, como nas maças do rosto e região palpebral, além de rejuvenescer a pele devido aos benefícios promovidos pelas células-tronco do enxerto que produzem novas células para a pele.

A técnica, portanto, tem grandes benefícios estéticos, sendo necessário saber como ela é realizada para garantir a segurança do paciente durante o procedimento.

Como funciona a lipoenxertia facial?

A lipoenxertia facial consiste no uso de gordura do próprio paciente para o enxerto na face que dará volume e melhoria na aparência e qualidade dos tecidos. Esta gordura é extraída através de uma pequena lipoaspiração.

A lipoaspiração é realizada através do uso de cânulas e seringas que chegam até o tecido adiposo, camada que fica abaixo da pele, e a gordura localizada é aspirada usando um sistema de vácuo. O paciente pode optar por associar a lipoenxertia facial com uma lipoaspiração completa ou então extrair apenas a gordura necessária para o procedimento na face.

Nesses casos é comum que a lipoaspiração seja realizada na região abdominal usando a cicatriz umbilical como acesso. O especialista usará anestesia local ou tópica para amenizar os desconfortos relacionados com o procedimento. Caso o paciente opte por uma lipoaspiração completa, a técnica é um pouco mais complexa, exigindo em alguns casos anestesia geral e considerando também as expectativas do paciente para definir de quais áreas a gordura localizada será extraída.

Posteriormente, a gordura aspirada é tratada para obtenção apenas da fração ideal para a enxertia. Após ser devidamente limpa, a gordura é aplicada com auxílio de finas seringas nos pontos de aplicação definidos pelo cirurgião plástico responsável. Esses pontos são resultado de um estudo prévio no qual o especialista analisa os objetivos do paciente com o enxerto e a anatomia facial dele, obtendo os locais exatos nos quais o material deve ser aplicado.

Para obter resultados mais satisfatórios com a lipoenxertia facial é essencial que o paciente conte com um cirurgião plástico de confiança. Apesar de ser bastante seguro e a recuperação não apresentar dificuldades, o conhecimento técnico do especialista sobre os procedimentos de lipoaspiração e enxerto deve ser amplo, visto que as duas técnicas serão usadas durante a cirurgia plástica. Assim, o paciente alcança um resultado mais satisfatório e com mais segurança.

Seguir as indicações médicas relacionadas com o pós-operatório também é relevante para melhorar os resultados obtidos. Devido ao uso da gordura do próprio corpo não há riscos de rejeição pelo organismo.

No procedimento de lipoenxertia facial, entre 30% e 50% da gordura aplicada na face é reabsorvida pelo organismo, sendo que o restante é permanente na região beneficiada.