Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Dorso nasal – como o cirurgião plástico corrige esse problema?

Dorso nasal – como o cirurgião plástico corrige esse problema?

O nariz é uma estrutura central na face, sendo que a desarmonia desse fator com os demais podem causar constrangimentos e insatisfação com a fisionomia facial. O dorso nasal, por exemplo, está entre as características nasais que os pacientes mais desejam alterar.

O dorso nasal é, na verdade, parte da estrutura do nariz e é formado por diferentes componentes, são eles:

  • osso nasal;
  • cartilagens laterais;

Entretanto, quando se fala em dorso nasal como um problema, normalmente está referindo-se a sobressalência do osso nasal e cartilagens, proporcionando um nariz com tamanho grande, sobretudo no perfil. As rinoplastias realizadas no dorso têm, geralmente, o objetivo de reduzi-lo, proporcionando um aspecto mais harmonioso com o restante da face. Entretanto, também existem casos nos quais o paciente deseja aumentar o dorso, prezando pela simetria facial.

Para que seja possível realizar o procedimento estético com esse objetivo é necessário procurar por um cirurgião plástico devidamente registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), visando garantir o profissionalismo e formação adequada do especialista.

Como o cirurgião plástico resolve o problema do dorso nasal?

A cirurgia plástica do nariz, chamada de rinoplastia, é o procedimento adequado quando o objetivo é realizar alterações funcionais ou estéticas no nariz. Entre as demandas funcionais que podem ser atendidas estão a correção do desvio de septo e também a hipertrofia dos cornetos.

Quando se fala em mudanças estéticas podem ser atendidas diversas necessidades, como reduzir ou aumentar o tamanho do nariz, melhorar o formato da ponta, diminuir as asas nasais, corrigir columela pendente, entre outras situações.

No caso do dorso nasal sobressalente o cirurgião plástico fará a extração do excesso de cartilagem e de osso, sendo que nesses casos é  comum também ser necessário realizar a fratura dos ossos nasais. Ainda que a técnica usada possa ser aberta (exorrinoplastia) ou fechada (endorrinoplastia) é bastante comum que os profissionais optem pela primeira.

A rinoplastia aberta inclui incisões externas para que seja feita uma abertura no nariz de forma que as estruturas fiquem mais visíveis para o cirurgião plástico para que ele possa manipulá-las com mais facilidade. Dessa forma, a cirurgia para correção do dorso nasal costuma ser realizada com a técnica aberta, garantindo melhores chances de um resultado mais alinhado com as expectativas do paciente.

Rinoplastias que incluem a fratura do osso nasal podem causar mais inchaço e roxidão na área, pois inclui um tipo de procedimento pouco mais agressivo. Entretanto, esta técnica impacta positivamente nos resultados, fazendo com que o nariz fique mais fino e delicado.

Para que a rinoplastia para correção do dorso nasal seja bem sucedida é importante que o paciente tenha um pré-operatório adequado, o que inclui a realização de alguns exames. Muitas vezes é solicitado um exame de imagem para melhor visualização das estruturas nasais que serão removidas ou alteradas durante a cirurgia.

A cirurgia plástica do nariz para alteração do dorso nasal é realizada preferivelmente sob anestesia geral, com maior segurança para o paciente e equipe médica. A cicatrização da rinoplastia é um pouco lenta, sendo que o resultado final pode ser observado entre seis meses e um ano após o procedimento. O acompanhamento pós-operatório com o cirurgião plástico é essencial para garantir melhores resultados.