Como escolher um cirurgião

Não seja enganado por profissionais que se dizem certificados sem que apresentem a qual Instituição são filiados. Existem muitos casos de cirurgias plásticas mal sucedidas, mas o que poucos sabem é que em 95% desses casos, o médico não possui o título de cirurgião plástico.

Ao se decidir pela realização de uma cirurgia plástica, tome todos os cuidados para que o procedimento seja realizado por profissional capacitado. Certifique-se de que:
R

Seu cirurgião plástico é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP. Pesquise aqui.  Escolhendo um cirurgião membro da SBCP assegura que você escolheu um médico que:

  • Completou um treinamento em cirurgia de no mínimo cinco anos, sendo três de deles em cirurgia plástica.
  • Está treinado para realizar todo tipo de cirurgia plástica.
  • Está submetido a um código estrito de ética.
  • Apenas opera em instalações médicas credenciadas.
=

Que seu cirurgião entende o que você quer. Isso não significa que todas as expectativas possam ser atendidas. Em cirurgia plástica não existem resultados que possam prometidos ou replicados, deve-se respeitar a individualidade do paciente, porém é muito importante que o diálogo seja claro. Certifique-se que o cirurgião entendeu corretamente suas expectativas de resultados e explicou claramente quais podem ser alcançados. Se ficou alguma dúvida, não hesite, agende uma outra consulta ou troque de profissional se não se sentir confiante.

=

Que seu cirurgião se preocupa com segurança como fator primordial da sua cirurgia. Todas as cirurgias plásticas envolvem riscos, mas quando são tomadas todas as medidas necessárias ( veja aqui ) para manter a segurança, os riscos são muito baixos. Duvide de preços não razoáveis. Bons hospitais, equipe capacitada e bons produtos cirúrgicos, custam mais caro e se o valor oferecido para sua cirurgia for muito menor do que comparado a outros médicos, significa que a qualidade está sendo colocada abaixo do preço.