Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Como é realizada a cirurgia de enxaqueca frontal?

Como é realizada a cirurgia de enxaqueca frontal?

A enxaqueca ou Migrânea, como é chamada pela maioria dos especialistas, representa um tipo de cefaléia primária. É uma condição que acomete cerca de 15% da população, dos quais a grande maioria é feminina, mas que pode melhora significativa e até definitiva por meio da cirurgia de enxaqueca.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, a enxaqueca é, atualmente, uma das enfermidades que mais afetam o ser humano a ponto de mantê-lo afastado de suas atividades cotidianas, o que promove um grande impacto socioeconômico. Por isso, também, o tratamento ideal da enxaqueca é fundamental para a qualidade de vida da população afetada.

O que é a cirurgia de enxaqueca?

A cirurgia de enxaqueca consiste em um procedimento pouco invasivo, cujo objetivo é descomprimir os ramos dos nervos trigêmeo e occipital, a fim de eliminar as dores que os pacientes sentem durante as crises da doença.

O procedimento surgiu em meados dos anos 2000 e foi descoberto pelo cirurgião plástico Dr. Bahman Guyuron, em Cleveland, nos Estados Unidos, após o especialista notar que pacientes que costumavam se queixar de enxaqueca apresentavam melhoras após passarem por cirurgias estéticas da região da face.

Após realizar diversas análises e pesquisas, o Dr. Bahman Guyuron e a equipe puderam confirmar que, devido a ressecção ou remoção de algumas estruturas, tais como músculos, vasos sanguíneos e fáscias, que ocorre durante os procedimentos, os ramos periféricos dos nervos mencionados passam a ser descomprimidos, eliminando as dores da enxaqueca.

A cirurgia de enxaqueca pode ser realizada de quatro maneiras diferentes, apesar de o objetivo ser o mesmo, variando de acordo com o caso do paciente e, principalmente, a região que é acometida primeiro pelas dores da enxaqueca. Dentre os tipos de cirurgia de enxaqueca, destaca-se a frontal. Entenda mais sobre ela.

Como a cirurgia de enxaqueca frontal funciona?

A cirurgia de enxaqueca frontal é o tipo mais comum do procedimento cirúrgico para o tratamento da Migranea, e é indicada para os pacientes que apresentam o início das dores da enxaqueca na região dos supercílios, que corresponde à maioria dos casos.

O procedimento pode ser realizado de duas formas diferentes, como por meio de incisões feitas nas pálpebras superiores do paciente, assim como durante a cirurgia plástica de blefaroplastia, ou por incisões no couro cabeludo. De ambas as formas, as cicatrizes resultantes são bastante discretas e quase imperceptíveis.

Nesse tipo de cirurgia de enxaqueca o cirurgião plástico realiza a ressecção ou a retirada dos músculos corrugadores, músculos depressores do supercílio e próceros, que promovem a irritação dos ramos supra-orbital e supra-troclear do nervo trigêmeo, causando as dores da enxaqueca.

Devido essa ressecção ou remoção, os pacientes que passam pela cirurgia de enxaqueca frontal não apresentam mais a formação de rugas na região, proporcionando também um aspecto rejuvenescedor à face.

 
Agende sua consulta