Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo
Lipoenxertia facial – como funciona o preenchimento com gordura?

Lipoenxertia facial – como funciona o preenchimento com gordura?

O envelhecimento natural provoca a atrofia e flacidez de músculos, pele e gordura, além de remodelamento ósseo, afetando bastante o rosto com surgimento de linhas de expressão e perda de volume da face, aumentando a ocorrência de marcas e sulcos. A lipoenxertia facial tem como objetivo amenizar essa aparência envelhecida, proporcionando rejuvenescimento aos pacientes que se submetem ao procedimento. Também chamada de preenchimento facial com gordura autóloga, a técnica devolve o volume facial, como nas maças do rosto e região palpebral, além de rejuvenescer a pele devido aos benefícios promovidos pelas células-tronco do enxerto que produzem novas células para a pele. A técnica, portanto, tem grandes benefícios estéticos, sendo necessário saber como ela é realizada para garantir a segurança do paciente durante o procedimento. Como funciona a lipoenxertia facial? A lipoenxertia facial consiste no uso de gordura do próprio paciente para o enxerto na face que dará volume e melhoria na aparência e qualidade dos tecidos. Esta gordura é extraída através de uma pequena lipoaspiração. A lipoaspiração é realizada através do uso de cânulas e seringas que chegam até o tecido adiposo, camada que fica abaixo da pele, e a gordura localizada é aspirada usando um sistema de vácuo. O paciente pode optar por associar a lipoenxertia facial com uma lipoaspiração completa ou então extrair apenas a gordura necessária para o procedimento na face. Nesses casos é comum que a lipoaspiração seja realizada na região abdominal usando a cicatriz umbilical como acesso. O especialista usará anestesia local ou tópica para amenizar os desconfortos relacionados com o procedimento. Caso o paciente opte por uma lipoaspiração completa, a técnica é um...
Como funciona o pós-operatório da Ritidoplastia

Como funciona o pós-operatório da Ritidoplastia

A recuperação da cirurgia de ritidoplastia geralmente leva em torno de dez a quinze dias e é ideal que o paciente não fique sozinho nas primeiras quarenta e oito horas após o procedimento. É esperado que o rosto do recém-operado apresente um inchaço substancial, que geralmente começa a diminuir após os quatro primeiros dias. Áreas de roxidão são mais visíveis por até cinco dias após a cirurgia e começam a desaparecer no decorrer da primeira semana. Os roxos podem se estender até o pescoço e irão mudar de cor, indo do roxo escuro para esverdeado, passando para tons de amarelo até desparecer nas primeiras semanas. Drogas esteroidais são ocasionalmente ministradas ao paciente para ajudar a reduzir o inchaço pós-cirúrgico. Compressas de gelo e elevar a posição da cabeça na cama também ajudam a reduzir o inchaço. A Ritidoplastia é uma cirurgia plástica que não costuma causar dor. Há desconforto e incomodo para movimentação da face no início. A sensibilidade é diminuída, principalmente próxima às incisões, e vão retornando nos primeiros meses. Instruções pós-operatórias Toda cirurgia envolve algum risco de complicações. Os riscos de um lifting facial incluem: sangramento, infecção, cicatrizes inestéticas, contornos irregulares, dormência e perda de movimento facial. Possíveis complicações podem ser minimizadas caso o paciente: Mantenha sua cabeça elevada por dois travesseiros por um mínimo de duas semanas, Não se envolva em atividades extenuantes durante um mínimo de quatro semanas, Não levante peso por quatro semanas, Não faça movimentos bruscos com a cabeça por duas semanas, Faça uma dieta equilibrada, Beba bastante líquido e não beba álcool. O álcool pode afetar o equilíbrio além de alterar a eficácia dos medicamentos pós-operatórios,...
Ritidoplastia – saiba mais sobre a cirurgia de rosto

Ritidoplastia – saiba mais sobre a cirurgia de rosto

O lifting facial ou ritidoplastia é uma cirurgia plástica capaz de restaurar os contornos jovens do rosto que se tornaram obscurecidos devido aos efeitos da gravidade e do envelhecimento. O procedimento rejuvenesce o rosto, embora não possa parar o processo de envelhecimento. Os efeitos do lifting facial duram cerca de dez anos, e muitas vezes o procedimento é combinado com outras intervenções cirúrgicas como a cirurgia das pálpebras, a rinoplastia ou um lifting de supercílios. Ritidoplastia ou lifting facial? A ritidoplastia , ou lifting facial, irá promover a melhora da flacidez e o reposicionamento das estruturas profundas da face. É uma cirurgia plástica que permite muitas variações, dependendo da necessidade de cada paciente. Um resultado esperado é a melhora do contorno da mandíbula e do volume da região malar, além da suavização dos sulcos e rugas da face. As rugas se formam ao longo do tempo devido às expressões faciais repetidas, exposição solar excessiva, ressecamento da pele, exposição à nicotina, estresse e pela própria genética. Essas linhas faciais são moderadamente diminuídas pelo lifting facial e podem também ser eficazmente tratadas por outros procedimentos de rejuvenescimento, como peelings químicos ou pela dermoabrasão. Como é o procedimento cirúrgico? O procedimento cirúrgico leva de quatro a cinco horas. A maioria dos pacientes e dos cirurgiões preferem a anestesia geral em vez de uma sedação intravenosa. As incisões começam na lateral da face, contornam as orelhas e depois voltam ao couro cabeludo. O cabelo ao redor das incisões não precisa ser raspado. As cicatrizes geralmente se tornam imperceptíveis com o tempo. As incisões podem variar dependendo de como o paciente costuma usar seu cabelo, ou se é calvo. Após a incisão na pele, a face é toda descolada para permitir exposição...