Fale conosco pelo WhatsApp
Qual é o preço de uma cirurgia plástica no queixo?

Qual é o preço de uma cirurgia plástica no queixo?

Uma das dúvidas recorrentes de quem deseja fazer uma cirurgia plástica no queixo é o preço. Para quem está pensando em realizar o procedimento, é importante se planejar para esse momento, que pode ser um divisor de águas em sua vida. No consultório, muito pacientes reclamam do formato de seus queixos, por ser pequeno demais ou muito grande e desejam saber se a cirurgia plástica é uma opção e quanto custa realizá-la. Nesses casos, a indicação de cirurgia plástica é a mentoplastia e o objetivo deste texto é explicar como ela é feita e quanto custa cirurgia plástica no queixo. Confira! Quando a cirurgia plástica no queixo é indicada? O procedimento é indicado para pessoas que buscam mais equilíbrio para o formato do rosto e, em caso de traumas, um melhor funcionamento da mandíbula.  A mentoplastia pode ser de aumento ou de diminuição e é o nome dado à cirurgia plástica no mento, ou queixo, que apresenta importância fundamental para a estética do terço inferior da face. Essa cirurgia é indicada para a correção de deformidades estéticas ou funcionais e a melhor maneira de realizá-la depende do tipo e da extensão da deformidade, que pode ser: proeminente (macrogenia), deficiente (microgenia) ou assimétrico. Qual o preço da cirurgia plástica de queixo? Ao decidir fazer e pesquisar quanto custa  cirurgia plástica no queixo, outros fatores além do preço precisam ser levados em consideração. A reputação, experiência e especialização do cirurgião é parte fundamental do sucesso de uma cirurgia plástica. O know-how do médico escolhido conta muito na hora de determinar o preço de uma cirurgia plástica no queixo, assim como a...
Otoplastia: tudo o que você precisa saber sobre cirurgia plástica na orelha

Otoplastia: tudo o que você precisa saber sobre cirurgia plástica na orelha

A otoplastia, ou seja, a cirurgia plástica na orelha, refere-se ao procedimento cirúrgico para corrigir as orelhas proeminentes, popularmente conhecidas como “orelhas de abano”. Ao longo deste texto você poderá tirar suas principais dúvidas sobre cirurgia plástica na orelha e, dessa maneira, sentir-se mais confiante para decidir se esse é o procedimento indicado para você ou seu filho. O que trata a cirurgia plástica na orelha? Nos casos de “orelhas de abano”, a cirurgia plástica na orelha corrige um problema estrutural existente desde o nascimento e que, durante o desenvolvimento da criança, se torna cada vez mais aparente. Com a otoplastia, é possível melhorar consideravelmente o equilíbrio entre o rosto e as orelhas, dando um aspecto mais natural e proporcional ao paciente. Outra reclamação muito comum e que pode ser tratada com cirurgia plástica na orelha é a macrotia — orelhas muito grandes. Além dessas duas deformidades, a otoplastia também pode ser indicada em caso de sequelas de traumas e doenças congênitas. A partir de que idade a cirurgia plástica na orelha é recomendada? A idade mínima indicada para realizar a cirurgia plástica na orelha é 7 anos de idade, que é quando a cartilagem da orelha já está desenvolvida o suficiente para ser feita a correção cirúrgica. Nesta faixa etária, em geral, também é quando a criança inicia sua vida escolar e começa a se queixar aos pais por sofrerem bullying. Ao optar pela otoplastia, é necessário fazer exames na criança que garantam que ela esteja saudável para o procedimento. Quais os cuidados necessários antes da cirurgia plástica na orelha? Tanto para crianças como para adultos que desejam...
Cirurgia plástica combinada

Cirurgia plástica combinada

Com o avanço da medicina estética, diversas técnicas puderam ser aprimoradas e melhoradas, apresentando resultados mais satisfatórios para os pacientes. Entre os exemplos mais interessantes está a cirurgia plástica combinada. A cirurgia plástica combinada consiste em quando a paciente é submetida a mais de uma cirurgia ao mesmo tempo, associando procedimentos devido aos resultados, custos ou vontade pessoal. Saiba mais a seguir! O que considerar na cirurgia plástica combinada? Tempo Sangramento Logística Quais cirurgias plásticas podem ser feitas em conjunto? Prótese de silicone e lipoaspiração Abdominoplastia e lipoescultura Rinoplastia e prótese de silicone Lifting facial e cirurgia das pálpebras Quais cuidados devem ser adotados no pós-operatório? Quais técnicas não podem ser associadas? O que considerar na cirurgia plástica combinada? Para realizar uma cirurgia plástica combinada a paciente deve procurar um cirurgião plástico de confiança, pois esse procedimento é mais complexo do que um normal, o que exige maior preparo do profissional e uma avaliação de diferentes critérios. Entre os fatores que determinam se é possível associar procedimentos destacam-se: Tempo O primeiro fator a ser considerado é o tempo necessário para realização das cirurgias combinadas. Uma recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) determina que o procedimento tenha uma duração de até quatro horas, em média. Esse período consiste apenas no tempo cirúrgico, sem considerar o preparo do paciente antes da cirurgia e após. Sangramento O cirurgião plástico também vai avaliar o sangramento estimado considerando o tipo de cirurgia que a paciente deseja realizar. Por exemplo, procedimentos como lipoaspiração e abdominoplastia causam um sangramento muito mais intenso que um lifting facial, sendo importante que essa questão seja corretamente avaliada...
Principais dúvidas sobre cirurgião plástico

Principais dúvidas sobre cirurgião plástico

O Brasil é o segundo país no mundo que mais realiza cirurgias plásticas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Entretanto, para realizar um procedimento com mais segurança e tranquilidade é essencial informar-se sobre o cirurgião plástico previamente. A seguir saiba quais as principais dúvidas relacionadas ao cirurgião plástico e o que é necessário para que esse profissional receba o título de especialista. Qual a formação exigida para um cirurgião plástico? Quais diferenciais o profissional pode ter? Como pesquisar um cirurgião plástico? Qual a formação exigida para um cirurgião plástico? Para formar-se como cirurgião plástico e poder realizar procedimentos dessa especialidade, o médico deve passar por diferentes etapas na vida acadêmica e profissional, sendo que elas são essenciais para que ele seja liberado para realizar esse tipo de procedimento, mas também para que possa fazê-lo com excelência. Entre as fases de estudos necessárias estão: Seis anos na faculdade de medicina; Dois anos de residência médica em cirurgia geral; Três anos de residência médica em cirurgia plástica. A área da saúde, especialmente a parte de cirurgia, envolve muito estudo e preparo do profissional, pois ele precisa lidar com muitos detalhes que são determinantes para a vida do paciente e para oferecer um resultado satisfatório no tratamento, seja funcional ou estético. A especialidade em cirurgia plástica destaca-se devido à riqueza de detalhes e perfeccionismo que é exigido do profissional para que ele possa dominar essa área e proporcionar melhores resultados. Não à toa, a especialidade exige 11 anos de estudos obrigatórios, fora a formação complementar que o médico pode realizar com o objetivo de aprimorar o domínio de técnicas e procedimentos. Após...
O que é mentoplastia de aumento?

O que é mentoplastia de aumento?

A face é a região que mais apresenta queixas entre os pacientes que procuram por um cirurgião plástico. Nariz muito grande, lábios pequenos, papada saliente, queixo desproporcional e outras reclamações são sempre alvo das conversas nos consultórios. Após a rinoplastia, uma das cirurgias de maior procura é a mentoplastia de aumento. A mentoplastia de aumento é o procedimento que corrige a região do queixo, quando o mesmo se mostra desproporcional ao restante da face. Ou o queixo é muito pequeno ou ele é retraído e isso causa um desconforto estético ao paciente. Com a mentoplastia é possível corrigir essas pequenas assimetrias tornando o rosto mais harmonioso, e por consequência, mais belo. Por mais que pareça um procedimento complexo, ele é tido como simples pelos cirurgiões plásticos. Para tornar o entendimento mais fácil, ao longo deste conteúdo, vamos explicar o que é a mentoplastia de aumento, como é feita a cirurgia plástica, quais os cuidados pré e pós-operatório, tempo de recuperação e demais dúvidas acerca do tema. O que é a mentoplastia de aumento? Como já mencionado acima, a mentoplastia de aumento é o procedimento cirúrgico feito para aumentar o queixo, tornando-o mais harmonioso com o restante da face.  Além da questão estética, quando o paciente nasce com o queixo mais retraído, acidentes e traumas na região podem fazer com que a mentoplastia seja realizada como forma de reconstrução da região. Quais os cuidados pré-operatório? O paciente, assim que encontrar o cirurgião plástico que lhe trará mais confiança, deve agendar uma consulta para conversar com o profissional e tirar todas as suas dúvidas. Nesta consulta, esse profissional fará algumas perguntas...
O que é preenchimento com gordura?

O que é preenchimento com gordura?

Quem está à procura de procedimentos cirúrgicos já deve ter ouvido falar do preenchimento com gordura. O método, que retira a gordura de uma parte do corpo e a enxerta em outro local, pode ser usada para o rejuvenescimento facial ou para deixar o contorno corporal mais curvilíneo. Independente do local em que o procedimento de preenchimento com gordura será feito é necessário, em primeiro momento, contar com um cirurgião plástico para analisar se essa é a técnica que melhor trará resultado perante as expectativas do paciente. Para que fique mais claro como funciona a lipoenxertia ou preenchimento com gordura, vamos explicar o que é o procedimento e como ele é feito. O que é a lipoenxertia ou preenchimento com gordura? A lipoenxertia consiste na técnica de retirada de gordura de um local — pode ser do abdômen, da parte interna das coxas ou das costas, por exemplo —, preparar essa gordura e colocá-la em outra parte do corpo. Esse material, repleto de células tronco, vai ser enxertado no local desejado e modelado pelo cirurgião plástico. Esse preenchimento de gordura pode ser feito em diversas partes do corpo, sendo elas: Nos glúteos: para dar volume à região ou minimizar imperfeições como tamanhos diferentes; Nas pernas: em específico nas coxas, para conferir maior volume ao local; Nos seios: para promover assimetria ou aumento de volume; Nos lábios: para torna-los mais volumosos; Na face: para promover o rejuvenescimento facial, minimizar linhas de expressão, rugas, eliminar o bigode chinês, para melhorar a assimetria e a harmonia do rosto. O resultado é mais natural, quando comparado com a prótese de silicone, por exemplo,...