Principais dúvidas sobre cirurgião plástico

Principais dúvidas sobre cirurgião plástico

O Brasil é o segundo país no mundo que mais realiza cirurgias plásticas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Entretanto, para realizar um procedimento com mais segurança e tranquilidade é essencial informar-se sobre o cirurgião plástico previamente. A seguir saiba quais as principais dúvidas relacionadas ao cirurgião plástico e o que é necessário para que esse profissional receba o título de especialista. Qual a formação exigida para um cirurgião plástico? Quais diferenciais o profissional pode ter? Como pesquisar um cirurgião plástico? Qual a formação exigida para um cirurgião plástico? Para formar-se como cirurgião plástico e poder realizar procedimentos dessa especialidade, o médico deve passar por diferentes etapas na vida acadêmica e profissional, sendo que elas são essenciais para que ele seja liberado para realizar esse tipo de procedimento, mas também para que possa fazê-lo com excelência. Entre as fases de estudos necessárias estão: Seis anos na faculdade de medicina; Dois anos de residência médica em cirurgia geral; Três anos de residência médica em cirurgia plástica. A área da saúde, especialmente a parte de cirurgia, envolve muito estudo e preparo do profissional, pois ele precisa lidar com muitos detalhes que são determinantes para a vida do paciente e para oferecer um resultado satisfatório no tratamento, seja funcional ou estético. A especialidade em cirurgia plástica destaca-se devido à riqueza de detalhes e perfeccionismo que é exigido do profissional para que ele possa dominar essa área e proporcionar melhores resultados. Não à toa, a especialidade exige 11 anos de estudos obrigatórios, fora a formação complementar que o médico pode realizar com o objetivo de aprimorar o domínio de técnicas e procedimentos. Após...
Como funciona o Botox® para enxaqueca crônica?

Como funciona o Botox® para enxaqueca crônica?

A enxaqueca crônica é considerada uma das condições de saúde mais debilitantes devido à intensidade dos sintomas e da frequência das crises. Dessa forma, diversos tratamentos são pesquisados para reverter esse quadro, com destaque para o Botox® para enxaqueca crônica. O Botox® para enxaqueca crônica utiliza a toxina botulínica para reverter o quadro, minimizando a ocorrência das crises e elevando a qualidade de vida dos pacientes afetados com tal condição clínica. O que é enxaqueca crônica? Quais os tratamentos possíveis para enxaqueca? Medicamentos Acupuntura Cirurgia para enxaqueca Como é o tratamento com Botox® para enxaqueca crônica? O que é enxaqueca crônica? A enxaqueca é um dos tipos de cefaleia (dor de cabeça). Ela é caracterizada por uma dor pulsátil em um dos lados da cabeça e pode ser seguida de fotofobia e fonofobia, náusea e vômito. Uma crise pode ter duração entre quatro e 72 horas. De acordo com o Ministério da Saúde, entre 5 a 25% das mulheres e 2 a 10% dos homens têm enxaqueca. Sendo que a ocorrência é mais comum nas mulheres e em pessoas com idades entre 25 e 45 anos. A enxaqueca pode ser caracterizada entre com aura ou sem aura, e em episódica ou crônica. A enxaqueca crônica é diagnosticada quando o paciente apresenta a cefaleia em 15 ou mais dias do mês, por um período superior a três meses e quando não há abuso de medicamentos. Entre os sintomas geralmente relatados pelos pacientes destacam-se: Dor intensa em um ou dos dois lados da cabeça; Dor intensa em um ou nos dois olhos; Mal-estar e náusea que pode ou não ser acompanhado...
Sintomas da enxaqueca crônica

Sintomas da enxaqueca crônica

A cefaleia, também conhecida como dor de cabeça, pode manifestar-se de dezenas de formas diferentes sendo que a recorrência e intensidade determinam o nível do problema. Nessas condições, os sintomas da enxaqueca crônica podem torná-la extremamente debilitantes para o paciente. Para um diagnóstico correto da condição e início do tratamento, seja com medicamentos ou a cirurgia de enxaqueca, é importante identificar quais são os sintomas da enxaqueca crônica, do que se trata o problema e como ele pode ser minimizado ou até eliminado. Confira a seguir. O que é enxaqueca? A enxaqueca é um tipo de cefaleia primária que se caracteriza, na maior parte das vezes, por uma dor pulsátil em um dos lados da cabeça (pode ocorrer também nos dois), sendo acompanhada normalmente de sintomas da enxaqueca crônica como fotofobia e fonofobia, náusea e vômito. As crises de enxaqueca podem durar entre quatro a 72 horas e, normalmente, são mais curtas em crianças que também podem ser afetadas pela condição. Segundo o Ministério da Saúde, a patologia é mais comum entre 25 e 45 anos e apresenta queda expressiva após os 50 anos, principalmente entre as mulheres. Estima-se ainda, que entre três e 10% das crianças tenham a doença. A enxaqueca ainda pode ser classificada de acordo com os sintomas e frequência, existindo o tipo com ou sem aura, as episódicas e as crônicas. Quais são os sintomas da enxaqueca crônica? A debilidade provocada pelas crises da doença tem relação com a gravidade dos sintomas da enxaqueca crônica, podendo consistir em uma dor intensa com duração estendida, além de alta recorrência das crises. Os principais sintomas que podem...
O que é mentoplastia de aumento?

O que é mentoplastia de aumento?

A face é a região que mais apresenta queixas entre os pacientes que procuram por um cirurgião plástico. Nariz muito grande, lábios pequenos, papada saliente, queixo desproporcional e outras reclamações são sempre alvo das conversas nos consultórios. Após a rinoplastia, uma das cirurgias de maior procura é a mentoplastia de aumento. A mentoplastia de aumento é o procedimento que corrige a região do queixo, quando o mesmo se mostra desproporcional ao restante da face. Ou o queixo é muito pequeno ou ele é retraído e isso causa um desconforto estético ao paciente. Com a mentoplastia é possível corrigir essas pequenas assimetrias tornando o rosto mais harmonioso, e por consequência, mais belo. Por mais que pareça um procedimento complexo, ele é tido como simples pelos cirurgiões plásticos. Para tornar o entendimento mais fácil, ao longo deste conteúdo, vamos explicar o que é a mentoplastia de aumento, como é feita a cirurgia plástica, quais os cuidados pré e pós-operatório, tempo de recuperação e demais dúvidas acerca do tema. O que é a mentoplastia de aumento? Como já mencionado acima, a mentoplastia de aumento é o procedimento cirúrgico feito para aumentar o queixo, tornando-o mais harmonioso com o restante da face.  Além da questão estética, quando o paciente nasce com o queixo mais retraído, acidentes e traumas na região podem fazer com que a mentoplastia seja realizada como forma de reconstrução da região. Quais os cuidados pré-operatório? O paciente, assim que encontrar o cirurgião plástico que lhe trará mais confiança, deve agendar uma consulta para conversar com o profissional e tirar todas as suas dúvidas. Nesta consulta, esse profissional fará algumas perguntas...
Como é a anestesia da rinoplastia?

Como é a anestesia da rinoplastia?

Um tema que levanta diversas dúvidas para pessoas que desejam realizar uma cirurgia plástica, em especial a do nariz, refere-se a anestesia da rinoplastia. Muitos pacientes têm receio de tomar anestesia, porém ela é muito segura e tem como objetivo bloquear a sensibilidade no momento da cirurgia. Existem quatro tipos de anestesia — geral, local, raquidiana e peridural —, sendo que o uso de cada uma delas depende do procedimento que será realizado, duração do mesmo, entre outros fatores. A anestesia da rinoplastia usada por cirurgiões plásticos atualmente costuma ser a local com sedação, ou a geral, em que o paciente fica desacordado por um período. Qual é a anestesia da rinoplastia? A definição de qual será a anestesia da rinoplastia que deve ser feita pelo cirurgião plástico responsável em conjunto com o médico anestesista, sendo esse profissional que vai acompanhar o procedimento. A Resolução nº 1.802/06 do Conselho Federal de Medicina (CFM) determina que qualquer tipo de ato anestésico deve ser antecipado por uma consulta médica. O objetivo dessa etapa é que o paciente possa tirar dúvidas, ter conhecimento de qual tipo será utilizado durante o procedimento e ser avisado de quais cuidados devem ser adotados antes da cirurgia, como é a preparação, as etapas da anestesia da rinoplastia e avaliar os riscos, considerando as particularidades da condição de saúde dele. Anestesia local com sedação A anestesia da rinoplastia pode ser a local com sedação, para que o paciente permaneça confortável durante o procedimento. No entanto, o desconforto para o paciente neste tipo de anestesia é maior, uma vez que ele não vai estar totalmente sedado e pode...