Tel: (11) 5093-3921 / (11) 96445-1045
Facebook do Dr. Paolo Linkedin do Dr. Paolo Instagram do Dr. Paolo Twitter do Dr. Paolo Canal do Youtube do Dr. Paolo

Como fica a alimentação e respiração após a rinoplastia?

Como fica a alimentação e respiração após a rinoplastia?

A rinoplastia é a cirurgia plástica indicada para pessoas que estão insatisfeitas com a estética do nariz e desejam melhorá-la seja diminuindo o tamanho, afinando às asas nasais, mudando a projeção da ponta, entre outras.

Entretanto, antes de se submeter a um procedimento cirúrgico muitos pacientes ficam preocupados com o pós-operatório, tendo receio do excesso de privações que podem ser necessárias neste período. Assim, conhecer como será a recuperação é um fator importante antes de se decidir pela cirurgia plástica.

O médico especialista responsável pelo caso é o mais indicado para explicar as contraindicações do período pós-operatório. Conversar com ele para esclarecer dúvidas previamente é uma forma mais segura e tranquila de encarrar esta fase.

Dois aspectos principais que podem preocupar o paciente que deseja realizar uma rinoplastia referem-se à alimentação e como ficará a respiração depois da cirurgia.

A alimentação no pós-operatório

A rinoplastia pode ser de diferentes formas, como aberta ou fechada, dependendo dos objetivos do paciente e da preferência do cirurgião plástico.

Independente da técnica utilizada, entretanto, é essencial que o paciente tenha uma alimentação leve e sem excessos nos dias seguintes à cirurgia. Devido à manipulação da região, pode haver alteração na sensibilidade.

Nos três primeiros dias não é indicado ingerir alimentos quentes, para evitar sangramentos e piora do inchaço. Alimentos frios e gelados podem ser utilizados normalmente. Não há restrição também quanto a alimentos sólidos. Estes podem ser  ingeridos como da hábito, se não causarem desconforto à mastigação.

Como fica a respiração depois da rinoplastia?

Um receio bastante recorrente é sobre a respiração depois de realizar a cirurgia de nariz. Ainda que a cirurgia possa ser executada visando corrigir problemas funcionais e dessa forma proporcionar uma melhora da respiração, os primeiros dias podem apresentar dificuldades.

Devido ao inchaço e a presença de coágulos nas narinas, ocorrências bastante normais para quem realizou uma cirurgia na região, a respiração pode ficar prejudicada nos primeiros dias. É comum que o cirurgião plástico indique o uso de descongestionantes nasais caso o paciente sinta maior limitação na capacidade respiratória. E é importante a lavagem abundante das narinas com solução fisiológica.

Conforme a região comece a desinchar e tenha início o processo de cicatrização é comum que haja uma melhora significativa na respiração. Após a recuperação é possível que a capacidade respiratória esteja inclusive melhor do que se encontrava antes da realização da cirurgia.

Portanto, os desafios e receios relacionados com a recuperação da rinoplastia são passageiros e limitam-se aos primeiros dias posteriores à realização do procedimento.

Com isso, o paciente pode ficar tranquilo de que a realização da rinoplastia não exige mudanças permanentes nos hábitos alimentares, assim como não afetará a respiração após o inchaço e hematomas normais da cirurgia terem diminuído.